24 de fevereiro de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Crea-AL mobiliza força-tarefa de fiscalização em estádios de Alagoas

Objetivo é evitar situações de risco ao público que frequenta esses eventos, vistoriando os mais diversos aspectos como arquibancadas, camarotes, cabines de imprensa, saídas de emergência, entre outros

Iniciando o ano com atenção à segurança da sociedade em grandes arenas, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas (Crea-AL) realizou nesta semana uma força-tarefa nos estádios de futebol que deverão receber jogos pelos campeonatos regionais e nacionais em 2024.

O objetivo é evitar situações de risco ao público que frequenta esses eventos, vistoriando os mais diversos aspectos como arquibancadas, camarotes, cabines de imprensa, saídas de emergência, entre outros. A ação também pode despertar a atenção de outros órgãos, que podem entrar no circuito para fortalecer a fiscalização e refinar ainda mais os resultados.

Além do Rei Pelé, em Maceió, também estiveram na rota os estádios Juca Sampaio, de Palmeira dos Índios; José Gomes da Costa, de Murici; Gerson Amaral, de Coruripe; o Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca; e o estádio Alfredo Leahy, em Penedo, que receberá a partida de abertura do Campeonato Alagoano entre Penedense e CRB, às 16h deste sábado (20)

Na condução, o gerente de Fiscalização do Crea-AL, eng. civ. Igor Balbino, esclareceu o procedimento da força-tarefa. “Com a proximidade do início das competições, é necessária uma verificação geral nesses grandes palcos que serão a casa do torcedor durante toda a temporada, e para isso, é importante averiguar se existe profissional habilitado pelo Crea-AL nas obras e serviços de manutenção destes estádios. Desta forma, estamos abordando os gestores dos estádios e solicitando a relação não apenas desses profissionais e empresas, mas também dos laudos técnicos exigidos pelo Ministério do Esporte”, explicou.

Laudos necessários

A operação corresponde à nova diretriz do Ministério do Esporte, que através da Portaria nº 55 de 17 de agosto de 2023, estabelece requisitos mínimos obrigatórios que devem constar nos laudos técnicos para vistoria das condições de segurança dos estádios utilizados em competições esportivas.

 

Com as novas normas, a manutenção e operação das arenas estão condicionadas aos laudos de segurança; de prevenção e combate à incêndio e pânico; de engenharia, acessibilidade e conforto; e de condições sanitárias e de higiene.

Além disso, pode ser exigida a apresentação de laudo de estabilidade estrutural, que deve ser renovado a cada cinco anos, independentemente do tamanho do estádio.

Palmeira dos Índios

Ainda na manhã desta sexta-feira, 19, o vice-presidente do Crea-AL, eng. mec. Roberto Jorge Chaves de Barros, esteve pessoalmente no município de Palmeira dos Índios para acompanhar a ação de fiscalização no Estádio Municipal Juca Sampaio, que deve receber sua primeira partida pelo Campeonato Alagoano na próxima quinta-feira, dia 25.

Da esquerda para direita, está o fiscal do Crea-AL, Cristiano Ricardo; o eng. mec. Roberto Jorge, vice-presidente do Crea-AL; Antônio Umbelino, diretor administrativo do Estádio Municipal Juca Sampaio; e o fiscal do Crea-AL, Jadiel Cordeiro.

A equipe foi recebida pelo diretor administrativo do estádio, Antônio Umbelino, e entregou um ofício de solicitação de informações sobre empresas e profissionais responsáveis pelas manutenções de rotina, bem como eventuais reformas do estádio.

De acordo com Roberto Jorge, a iniciativa da entidade se faz importante para assegurar o cumprimento da atividade-fim do Crea-AL, que é a defesa da sociedade. “É fundamental que seja garantido o direito ao ambiente seguro, e podemos ajudar com operações como essa, averiguando as condições adequadas para o espetáculo acontecer”, destacou.

Rei Pelé

Em 2022, o Crea-AL esteve no Rei Pelé após um pedaço de reboco da arquibancada cair um jogo entre CSA e Sport, em partida válida pelas quartas de final da Copa do Nordeste. Na oportunidade, a equipe de fiscalização apurou sobre os serviços de reforma executados e abriu requerimento para averiguação dos documentos das empresas contratadas.

Após a obra emergencial de escoramento para evitar o agravamento da situação, o secretário de Estado de Infraestrutura, Rui Palmeira, divulgou um plano de reforma estrutural do estádio. “Dividimos o Rei Pelé em 12 pontos e vamos iniciar pela rampa de acesso. Pretendemos que as obras terminem em dez meses e que não se tenha prejuízo para o torcedor que frequenta o Trapichão”, explicou em nota à época.

O gerente de Fiscalização, eng. civ. Igor Balbino, mais à direita, com o superintendente da Selaj, Carlos Humberto Risco, ao centro, e o fiscal do Crea-AL, Rafael Wanderley, à esquerda

Denuncie

Em caso de conhecimento ou suspeita de alguma irregularidade, você pode fazer sua denúncia ao Crea-AL por telefone (82) 2123 0857, por WhatsApp pelo número (82) 2123 0866, ou clicando aqui.

 

Qualquer cidadão pode fazer sua denúncia e ter seu sigilo garantido, podendo inclusive anexar fotos da obra denunciada. As informações são encaminhadas para ao setor de Fiscalização do Crea-AL, onde serão analisadas e repassadas para os fiscais responsáveis.