25 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Esportes

CSA recebe o Avaí e só pode cogitar vencer para seguir na luta pela Série A

Na quarta posição, Azulão não pode perder mais pontos ou perderá vaga na reta final da Série B

No primeiro turno, em Santa Catarina, jogo acabou em empate de 1 a 1

CSA e Avaí fazem um duelo importantíssimo neste sábado, às 16h30, no Rei Pelé, em Maceió, pela 35ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Ambos têm que vencer para seguirem lutando por uma vaga na Série A do próximo ano e um empate está fora de cogitação.

O Azulão vem de derrota para o Paraná, time da zona de rebaixamento, e apesar de não vencer há duas rodadas, se manteve em quarto lugar com 52 pontos, mesma pontuação do Juventude, quinto colocado. Os alagoanos estão na zona de acesso por causa do número de vitórias (15 a 14).

E como América-MG e Chapecoense já estão matematicamente garantidos no acesso, restam apenas duas vagas para a Série A. O Avaí empatou com o Vitória, por 2 a 2, chegou a dois jogos sem derrota, e alcançou os 48 pontos e está um pouco mais distante. Mas 9 pontos ainda estão em disputa e o time promete dificultar a vida do CSA.

Em campo

CSA e Avaí têm retrospecto equilibrado. São cinco jogos entre alagoanos e catarinenses. Cada time venceu uma e houve três empates, um deles no primeiro turno (1 a 1).

O técnico Mozart Santos contará com a volta do zagueiro Cléberson, que cumpriu suspensão na rodada passada. Ele briga pela vaga com Rodolfo Filemon.

O volante Rodrigo Andrade, enquanto isso, recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora. Ele, no entanto, vinha sendo reserva. Já Norberto é dúvida. O lateral sentiu dores na coxa e não sabe se joga. Cedric pode ser seu substituto.

Com isso, o CSA pode entrar assim: Matheus Mendes; Cedric, Rodolfo Filemon (Cléberson), Luciano Castán e Diego Renan; Geovane, Yago e Nádson; Pimpão, Paulo Sérgio e Rafael Bilu.

Já o técnico do Avaí, Claudinei Oliveira, terá as voltas de Renatinho e Getúlio, que cumpriram suspensão pelo terceiro amarelo. Se o primeiro ficará como opção, o atacante voltará a ser titular ao lado de Rômulo.