19 de maio de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Dantas entrega escola e sobrevoa obras de hospital e duplicação em Palmeira dos Índios

Paulo Dantas voltou a anunciar inauguração do Hospital Regional do Médio Sertão para julho deste ano

O governador Paulo Dantas cumpriu nesta segunda-feira (22), extensa agenda de trabalho em Palmeira dos Índios. Na cidade, o governador entregou a reforma de uma escola estadual e sobrevoou as obras do Hospital Regional do Médio Sertão e da duplicação que vai até Arapiraca.

A agenda de trabalho se iniciou com a entrega da reforma e ampliação da Escola Estadual Graciliano Ramos. A obra totalizou um investimento de R$ R$ 3.845.064,18, gerando 30 empregos diretos e indiretos durante a execução dos reparos e vai beneficiar cerca de 400 estudantes. A unidade pertence à 3ª Gerência Especial de Educação (GEE).

Com a reforma, a Escola Graciliano Ramos passou a contar com infraestrutura completa. Afinal, foram construídas oito salas de aula, salas de recursos, de informática, dos professores, da coordenação, biblioteca, secretaria, diretoria e cozinha. A unidade também ganhou um novo refeitório, além de pátio coberto, espaço de convívio, laboratórios de ciências e matemática, depósito de merenda escolar, banheiros e almoxarifado, consolidando assim o compromisso com uma educação pública, gratuita e de qualidade.

“A educação é uma pauta central da nossa gestão. Parabenizo todos da escola principalmente pelo último resultado da prova Saveal que foi extraordinário. Isso é fruto de planejamento estratégico, de esforço conjunto, de rede colaborativa, de espírito público e de compromisso com a educação. A escola ficou linda e totalmente completa para receber nossos alunos”, disse o governador.

O prefeito de Palmeira, Júlio César, agradeceu ao Governo do Estado pela reforma da escola. “A visão que o Governo do Estado tem para a educação tem sido fundamental não só na rede estadual, mas também na rede municipal”.

A secretária de Educação, Roseane Vasconcelos, destacou a alegria em retornar para cidade onde nasceu como gestora da educação do Estado e levando investimentos para a educação do município.  “É com uma imensa alegria que hoje estou aqui em Palmeira dos Índios, minha terra natal, onde passei o início da minha infância morando e estudando aqui. Venho hoje acompanhando o nosso governador, o nosso prefeito e a tia Júlia fazer a entrega de mais uma unidade da rede estadual reformada. Salientamos que a prefeitura de Palmeira dos Índios, através do prefeito e da Secretaria Municipal de Educação, é uma parceira de primeira ordem da rede estadual”.

Participaram da solenidade prefeitos e ex-prefeitos de municípios da região, o deputado federal Paulão, além de secretários municipais e lideranças políticas.

Duplicação

Antes de chegar na solenidade de entrega da escola, o governador sobrevoou as obras da duplicação da rodovia AL-115, que liga em 38 quilômetros o município de Palmeira dos Índios a Arapiraca. Quando concluído, o novo corredor de transporte vai promover o desenvolvimento na região, encurtará distâncias e facilitará o acesso para quem vem de outros estados e cidades brasileiras para o Agreste e Sertão alagoanos.

A obra que vem sendo executada pelo Departamento de Estrada e Rodagens (DER) está avaliada em R$ 78 milhões. Conforme planejamento do Governo, o primeiro trecho deve ser entregue ainda neste primeiro semestre.

Hospital

Em seguida, o governador sobrevoou as obras do Hospital Regional do Médio Sertão (HRMS). Com 62% das obras executadas, a previsão de inauguração é julho deste ano. O Hospital do Médio Sertão vai beneficiar 158 mil habitantes dos municípios de Palmeira dos Índios, onde está sendo construído, além de Belém, Cacimbinhas, Estrela de Alagoas, Igaci, Maribondo, Minador do Negrão e Tanque D’Arca.

A unidade terá 123 leitos, distribuídos em clínica médica, pediatria, maternidade, urgência e emergência na porta de entrada, UTI adulto, UTI pediátrica e cirúrgica. Além disso, ela vai contar um centro integrado para realização de exames de diagnóstico e consultas, atendendo à demanda da região do Médio Sertão, evitando o deslocamento para os hospitais da capital e de Arapiraca.