16 de junho de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Dantas recebe diretor da Adeal para debater metas do Ministério da Agricultura

Cronograma foi apresentado para que Estado seja incluído na suspensão da vacinação contra a febre Aftosa

Foto: Edvan Ferreira/Agência Alagoas

O governador Paulo Dantas e a nova secretária de Agricultura, Aline Rodrigues, estiveram reunidos com os diretores da Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal) nesta quarta-feira (27), para iniciar as ações a serem executadas pelo Estado que visam atender as metas estabelecidas pelo pacto feito com o Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) para que Alagoas seja incluída na suspensão da vacina no bloco IV da Febre Aftosa.

De acordo com o governador, o Estado disponibilizará um orçamento de R$ 3,5 milhões para executar as ações que, entre outras questões, inclui a contratação emergencial de servidores, reestruturação da carreira dos servidores da Adeal, realização de concurso público para a agência, melhorias e modernização dos postos fiscais.

“Alagoas representa 0,5% do rebanho nacional e, mesmo sendo um número pouco expressivo, mas representa uma das principais atividades econômicas para o Estado, devido a estrutura local e genética de alto valor. Nosso índice de vacinação é sempre acima de 95%, sendo considerado de baixo risco pelas características agroprodutivas. Nós assumimos o compromisso de executar essas ações a fim de que não ocorram bloqueios comerciais com os demais estados brasileiros”, disse.

A secretária Aline Rodrigues afirmou que o Estado enviou um cronograma de ações que serão executadas de forma tempestiva. “Estipulamos prazos para que cada item solicitado pelo Ministério seja cumprido, além de outras ações que serão iniciadas de forma imediata. Nossa meta é que Alagoas seja incluída na suspensão da vacinação o quanto antes para não prejudicar a nossa economia”, explicou.

O diretor da Adeal, Marco Albuquerque, afirmou que o cronograma apresentado pelo Governo supre as principais demandas da agência e acredita que em breve o Ministério irá atender a solicitação. “Estamos iniciando esse processo e acredito que em breve teremos reposta positiva do Ministério. A bovinocultura é uma das principais atividades econômicas do Estado e, desta forma, temos que ter uma Adeal estruturada para oferecer segurança para a nossa população”, concluiu.

Algumas das ações apresentadas pelo Governo de Alagoas:

  • Antecipar a próxima etapa de vacinação para o mês de abril/2024;
  • Comprovar índices de vacinação satisfatórios na última etapa de vacinação contra a febre aftosa, sendo 90% de animais e 90% de propriedades;
  • Promover campanha de comunicação sobre a antecipação da etapa de vacinação para abril/2024; • Manter as ações de vigilância preconizadas pelo PNEFA;
  • Realizar o inquérito soroepidemiológico de detecção da transmissão do vírus da febre aftosa até abril/2024;
  • Manter a execução do plano de ação frente às recomendações do Quali-SV, em especial as animas listadas, sem detrimento das demais;
  • Informar de forma tempestiva e assertiva as informações solicitadas pela SFA-AL e DAS quanto as bases de dados cadastrais, de vigilância, vacinação e estrutura do serviço veterinário oficial;
  • Garantir a implantação de barreiras fixas e móveis com o Estado de Pernambuco e o efetivo de recursos humanos para a operação em regime de plantão de 24 horas;