5 de março de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Deputado acusa Braskem de usar areia de reserva ambiental para tapar minas em Maceió

Mineradora estaria usando areia de uma reserva ambiental em Marechal Deodoro para fechar as minas subterrâneas que ela explorou em Maceió.

Em pronunciamento durante a sessão ordinária desta terça-feira, 12, o deputado Delegado Leonam (União Brasil) acusou a empresa Braskem de cometer mais um crime ambiental em Alagoas. Segundo o parlamentar, a mineradora está usando areia de uma reserva ambiental em Marechal Deodoro para fechar as minas subterrâneas que ela explorou em Maceió.

“A Braskem está extraindo areia de uma região conhecida como Cavalo Russo, uma reserva ambiental de Marechal Deodoro, para tapar os buracos aqui em Maceió. Ou seja, praticou um crime ambiental e está praticando um novo crime ambiental para tentar sanar o que já fez”, acusou o parlamentar.

“Já não basta as consequências imensuráveis dos atos da Braskem, ela ainda continua praticando em solo alagoano outros e outros crimes ambientais”, finalizou o parlamentar.

Em aparte, o deputado Alexandre Ayres (MDB) parabenizou o colega por chamar a atenção para esse crime ambiental. “A Braskem contratou uma construtora chamada MT Sul, do Mato Grosso, e essa construtora é responsável pela extração da areia para tamponamento das minas. Acho válida a denúncia feita pelo deputado Delegado Leonam”, complementou Ayres.

O parlamentar finalizou reforçando a necessidade de representantes do Poder Legislativo investigarem o motivo da empresa mato-grossense estar fazendo essa retirada ilegal de areia para tamponamento das minas da Braskem.