22 de maio de 2024Informação, independência e credibilidade
Maceió

Especialista alerta para a baixa cobertura vacinal infantil contra a Covid-19 em Maceió

Maceió registra apenas 1,94% de crianças entre 6 meses a menores de 5 anos vacinadas contra a doença

Especialista alerta para a baixa cobertura vacinal infantil contra a Covid-19
Crianças de 6 meses a menores de 5 anos atingiram somente 1,94% de imunização completa. Foto: Ascom SMS

Desde 2021, quando a Prefeitura de Maceió deu início à vacinação contra a Covid-19, a capital alagoana tem demonstrado, por meio dos números, a crescente adesão dos maceioenses à imunização. Atualmente, Maceió registra 72,18% da população totalmente vacinada. No entanto, a capital ainda aponta para a baixa procura pelo imunizante entre o público infantil.

Segundo dados recentes da Coordenação Técnica de Imunização de Maceió, desde a vigência da campanha, iniciada em 2023 para esse público, crianças de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), atingiram somente 1,94% de imunização completa. Destes, apenas 16,98% tomaram a primeira dose e 8,48% a segunda. A meta do Ministério da Saúde é vacinar, ao menos, 90% das crianças dessa idade, que corresponde a 52.023.

Outra faixa etária preocupante é das crianças de 5 a 11 anos. O vacinômetro registrou apenas 40,54% desde público infantil vacinado com a primeira e segunda dose.

Em relação à incidência da doença, de acordo com o último Boletim Mensal dos Casos de Covid-19 em Maceió, foram confirmados 630 diagnósticos em crianças menores de um ano e 2.903 casos na faixa etária de 1 a 9 anos, em 2024.

Infectologista faz alerta

O médico infectologista do Município, Renee Oliveira, reforçou a importância da vacinação infantil contra a Covid-19, visto que a baixa procura pelo imunizante ainda é uma realidade na capital. “Vacinar as crianças contra a Covid-19 continua sendo algo muito importante, considerando que o vírus da doença continua circulando em nosso meio. Crianças menores de 1 ano até 4 anos de idade, quando pegam a Covid-19, o risco de morte é muito elevado”, afirmou.

“O vírus da Covid-19 está entre os três principais que causam o que chamamos de Síndrome Respiratória Aguda Grave, crianças que entram nas UTIs com quadros de doenças respiratórias graves, muitas vezes estão com o vírus da Covid-19. É importante considerar também que as crianças são uma fonte de transmissão para seus familiares dentro de suas casas e, da mesma forma que o adulto, a criança pode se encaminhar para a Covid Longa, na qual os pacientes têm uma gama de sintomas mesmo depois de se recuperarem dos estágios iniciais da infecção”, complementou o infectologista.

Médico infectologista do Município, Renee Oliveira. Foto: Ascom SMS
Médico infectologista do Município, Renee Oliveira. Foto: Ascom SMS

Documentação necessária

Para vacinar esse público é necessário que as crianças estejam acompanhadas dos pais. Caso a criança esteja acompanhada de outro responsável é necessário que o pai e a mãe preencham o Termo de Assentimento para vacinação infantil, que fica retido no ato de vacinação + cópia do documento de identificação do pai ou mãe, o qual ficará retido no ato de vacinação.

Os responsáveis devem apresentar o próprio documento de identificação com foto e documentação da criança, que deve ser RG ou Certidão de Nascimento, Caderneta de Vacinação e CPF ou Cartão SUS.

Locais disponíveis para vacinação

  • Maceió Shopping (Mangabeiras) – Segunda a sábado – 9h às 21h;
  • II Centro de Saúde Diógenes Jucá Bernardes (Praça da Maravilha) – Segunda a sexta – 8h às 17h;
  • Unidade de Saúde (US) Osvaldo Brandão Vilela (Ponta da Terra) – Segunda a sexta – 8h às 20h30;
  • US Durval Cortez (Prado) –  Segunda a sexta – 8h às 20h30;
  • US Roland Simon (Vergel) –  Segunda a sexta –  8h às 20h30;
  • US Pitanguinha –  Segunda a sexta –  8h às 20h30;
  • US Antônio de Pádua (Petrópolis) –  Segunda a sexta –  8h às 20h30;
  • US João Sampaio (Conjunto João Sampaio) –  Segunda a sexta –  8h às 20h30;
  • US José Guedes de Farias (Santa Amélia) –  Segunda a sexta –  8h às 20h30;
  • US Geraldo Melo (Bom Parto – base de apoio) –  Segunda a sexta –  8h às 19h30;
  • Espaço Flexal –  Segunda a sexta –  8h às 14h;
  • US José Tenório –  Segunda a sexta –  8h às 20h30;
  • US João Paulo II (Jacintinho) –   Segunda a sexta –  8h às 16h30;
  • US Aliomar Lins (Benedito Bentes) –  Segunda a sexta –  8h às 19h;
  • US Arthur Ramos (Conjunto Henrique Equelman) –  Segunda a sexta –  8h às 16h30;
  • US Caetés (Parque dos Caetés) –  Segunda a sexta –  8h às 16h;
  • Shopping Pátio (Cidade Universitária) – Segunda a sábado – 13h às 21h e domingo – 12h às 19h;
  • US Tereza Barbosa (Eustáquio Gomes) –  Segunda a sexta –  8h às 20h30;
  • URS Ib Gatto Falcão (Tabuleiro do Martins) –  Segunda a sexta –  8h às 17h30;
  • UDA UFAL Gilberto de Macedo (Village Campestre) –  Segunda a sexta –  8h às15h30;
  • Clínica da Família Village Campestre II –  Segunda a sexta –  8h às 17h;
  • US Maria da Conceição Paranhos (Jacarecica) –  Segunda a sexta –  8h às 20h30;
  • Saúde da Gente –  Segunda a sábado –  8h às 20h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.