11 de agosto de 2022Informação, independência e credibilidade
Política

Ex-premiê do Japão é baleado e morto durante discurso eleitoral

Homem que matou Shinzo Abe foi preso; Eleições locais estão marcadas para domingo

O ex-premiê japonês Shinzo Abe, 67, morreu após ser baleado na noite desta quinta-feira (sexta-feira, 7, no horário local) enquanto fazia um discurso durante campanha eleitoral na cidade de Nara, no Japão.

Abe foi levado inconsciente a um hospital. Segundo a emissora de televisão pública NHK, o ex-premiê parecia estar sangrando no peito. Já a agência de notícias Kyodo News divulgou que ele sofreu uma parada cardiorrespiratória.

O primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, disse horas depois do ataque que Abe estava em estado grave. Ele condenou o ocorrido como algo inaceitável aos fundamentos da democracia japonesa. A morte foi confirmada no início da manhã desta sexta-feira (horário do Brasil) pela imprensa do Japão.

No encerramento das Olimpíadas do Rio, em 2016, Abe saiu de um cano, vestido de Super Mario, para anunciar os Jogos do Japão

Atentado

Abe teria sido atacado por trás por volta das 11h30 no horário do Japão (23h30 em Brasília). Ao menos dois tiros foram ouvidos. Os disparos teriam sido feitos de uma espingarda.

Um homem de aproximadamente 40 anos foi detido, mas as motivações do ataque ainda não são conhecidas. Policiais informaram que a arma do crime foi recuperada.

O homem suspeito de atirar em Shinzo Abe disse à polícia que estava descontente com o ex-primeiro-ministro japonês e pretendia matá-lo, disse a emissora nacional NHK, citando a polícia. O ex-premiê foi atacado durante campanha eleitoral para a Câmara Alta do parlamento. As eleições estão marcadas para domingo (10).