1 de março de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Finep escolhe Alagoas para receber gestores tecnológicos de nove estados do Brasil

Parceria com Secti e Fapeal motivou agência federal a trazer representantes de parques tecnológicos ao Centro de Inovação do Jaraguá

O Centro de Inovação do Jaraguá recebeu nesta terça gestores de nove estados e dezoito instituições. Foto: João Monteiro / Ascom Fapeal e Gabriel Fireman / Ascom Secti

A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), agência do Ministério da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (MCTI), escolheu Alagoas para ser anfitriã do treinamento para os contemplados nos editais de apoio a Centros de Inovação e Parque Tecnológicos em todo o Brasil. O Centro de Inovação do Jaraguá (CIPT) recebeu nesta terça (5) gestores de nove estados e dezoito instituições.

O evento “Finep Orienta – Centros de Inovação e Parques Tecnológicos” é um treinamento da agência federal para os contemplados com apoio financeiro no último edital lançado para apoiar esse tipo de estrutura públicas, que envolvem setor público, instituições de pesquisa, iniciativa privada, o terceiro setor e a sociedade, em seu ecossistema.

 

O secretário de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação de Alagoas, Silvio Bulhões, deu as boas-vindas aos visitantes: “A realização dessa capacitação aqui, no nosso Centro de Inovação, é muito importante pra gente. Importante para trocar ideias e experiências com outros estados, e juntos construirmos uma política nacional de CT&I mais forte, mas também para aproximar, ainda mais, a Finep de Alagoas, a qual consideramos uma das principais financiadoras de inovação no Brasil”, declarou.

O superintendente da Finep, Marcelo Camargo, comentou a ideia de trazer o evento para Alagoas. “A gente precisa descentralizar do Sul e Sudeste. Mostrar que o Norte, Nordeste e Centro-Oeste têm esse mesmo potencial, essa mesma capacidade. A gente pensou exatamente numa estratégia em que o entendimento é que, desde as micro e pequenas empresas, até principalmente as startups, precisam de um local para desenvolver seus protótipos, as suas pesquisas, e que elas não tem. É muito caro construir P&D no âmbito das startups”, comenta o gestor.

 

O professor Fábio Guedes, diretor-presidente da Fapeal, que colabora com a Finep desde 2015 através da Assessoria Científica de Projetos Especiais e Inovação, afirmou que todas as iniciativas para inovação em Alagoas estão produzindo uma revolução silenciosa voltada à CT&I. “Isso é importante na hora em que se vai decidir para onde vai o orçamento, e também para a gente ampliar as políticas públicas”, observou o economista.

Capacitação

O treinamento foi voltado à gestão de recursos e prestação de contas do recurso público concedido, além de networking. Os técnicos da Finep prestaram informações financeiras e jurídicas, além de orientações sobre a execução técnica dos projetos em suas diversas facetas, do começo ao fim.

Além dos gestores do Rio de Janeiro, estiveram presentes representantes de instituições de Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Mato Grosso, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Visitas técnicas

A equipe da Finep, sediada no Rio de Janeiro, permanece em Alagoas até esta quarta (6), para uma agenda visita técnicas a algumas das empresas que são apoiadas com recursos da Finep e do Governo de Alagoas, por meio dos editais da agência federal em parceria com Fapeal e Secti. Serão visitadas HandTalk, Weni e Timmy.