16 de junho de 2024Informação, independência e credibilidade
Esportes

Fortaleza sobrevive a atuação histórica do CRB e fatura o tri do Nordestão nos pênaltis

Laion sofre no tempo regulamentar, perde por 2 a 0, mas chega ao título da competição regional no drama das penalidades

Tricolor cearense frusta o sonho regatiano e chega ao tricampeonato da Copa do Nordeste – Foto: Ailton Cruz

Por Dyego Barros

O Fortaleza é o campeão da Copa do Nordeste 2024! Neste domingo (9), o Laion conquistou seu terceiro título da competição regional ao superar o CRB nos pênaltis, por 5 a 4, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, após os donos da casa buscarem uma remontada épica no tempo regulamentar da partida, devolvendo os 2 a 0 que haviam sofrido no duelo de ida da finalíssima.

Diante de mais 15 mil torcedores, o Galo da Praia foi valente, deixando o Leão do Pici nas cordas durante a maior parte dos 90 minutos. Empurrada pelas arquibancadas do popular ‘Trapichão’, a equipe do técnico Daniel Paulista buscou a igualdade no placar agregado com dois gols de João Neto, que saiu do banco durante o segundo tempo para colocar fogo no jogo.

Aos 20’ da etapa complementar, Gegê cobrou escanteio por baixo, a bola desviou em Lucero e sobrou limpa para o camisa 35 arrematar de perna direita, inaugurando o marcador. A pressão imposta pelo time Alvirrubro não cessava e, já aos 40’, João Neto apareceria novamente. Desta vez, para aproveitar o chute cruzado de Matheus Ribeiro, que contou com um desvio providencial antes de chegar aos pés do atacante. Com tranquilidade, o garoto de 20 anos dominou e concluiu da entrada da pequena área: 2 a 0.

Acuado, o Fortaleza viu o CRB seguir buscando o ataque e ainda perdeu Matheus Rossetto, nos acréscimos, por expulsão. No entanto, o resultado de 2 a 0 persistiria, levando a definição para o drama das penalidades.

Na marca da cal, melhor para os comandados do argentino Juan Pablo Vojvoda. Abrindo a série, o artilheiro regatiano Anselmo Ramon isolou sua tentativa por cima do travessão de João Ricardo. A partir dali, todas as outras cobranças seriam convertidas, caindo sobre Yago Pikachu a responsabilidade do último pênalti. Deslocando Matheus Albino, o talismã do Tricolor cearense decidiu a série e o título do Nordestão.

Com o tricampeonato, o Fortaleza agora se iguala a Sport e ao arquirrival Ceará, na galeria de clubes que conquistaram o troféu em três ocasiões. Bahia e Vitória, com 4 títulos cada, permanecem no topo do ranking de campeões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.