28 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Blog

Frestas: A mulher e as pautas feministas no centro do palco

Espetáculo tem temporada gratuita de 7 a 9 de abril, no Espaço Cultural, em Maceió

Foto: Divulgação

*Texto base: Assessoria

“Frestas são fissuras por onde a luz pode passar”. Esse é o fio que conduz a sinopse do espetáculo homônimo – FRESTAS – que realiza temporada de três dias, em Maceió, neste final de semana. Quatro mulheres se cruzam enquanto revelam suas experiências individuais e coletivas. Cada corpo uma história, cada história um caminho, em cada caminho uma porta a ser aberta.

O espetáculo será apresentado nos dias 7, 8 e 9 de abril, às 19h30, no anexo do Espaço Cultural (antiga Escola Técnica de Artes/ETA), na Praça Sinimbu. As entradas são gratuitas e a classificação indicativa é de 16 anos.

O projeto (diz o texto de divulgação) nasceu do incômodo da atriz Camila Moranelo em ter respostas para questões que lhe atravessavam em sua vivência como mulher numa sociedade machista. E vem fundamentado em pesquisas e discussões focadas em pautas feministas como a hiperssexualização do corpo da mulher negra, os distúrbios alimentares causados pelo padrão de corpo que a sociedade impõe e a disparidade econômica que existe entre corpos negros e brancos e que levam determinados grupos de mulheres a aceitarem condições humilhantes de emprego. O espetáculo ainda se utiliza de metáforas, analogias e poesia para provocar reflexão em seu público.

Por mulheres, para mulheres

“Pensar em levantar pautas sem ser clichê e panfletário? Foi esse desafio que me moveu desde o início quando eu pensei nesse projeto. Sempre quis algo que pudesse me incentivar a querer fazer e pudesse incentivar outras pessoas também, e que essas pessoas pudessem entender do que eu estava falando. Foi assim que pensei que Frestas tinha que ser feito por mulheres para mulheres. Nós ainda somos pouquíssimo representadas em todos os espaços possíveis. Por exemplo nesse espetáculo eu tive dificuldade em achar mulheres que pudessem desenvolver determinadas funções. É urgente nós entendermos que existimos”, diz a atriz, que além de idealizadora, é também produtora e realizadora do espetáculo.

“E como a gente pode enfrentar isso? Indo lá no início explorar em que momento a luzinha do machismo é acesa. Frestas é sobre isso. É sobre saber como podemos trazer essa reflexão ao público sem fazer campanha pra ninguém além de nós mesmas. Além de exigirmos que nos olhem da mesma forma que olham os homens, a ascensão e o espaço dado ao homem. O processo foi muito intenso, de muita pesquisa, de adiamentos porque eram tantas vivências e sentimentos que nós compartilhávamos, que esse atravessamento precisava de mais espaço, mais maturidade no seu existir. Foi um processo cansativo, mas de muita identificação, de muito choro, de muitas mudanças no texto, nas nossas relações e como queríamos nos enxergar”, complementa Camila Moranelo.

Apoio:

O projeto foi contemplado pelo Prêmio Eric Valdo, que é parte do conjunto de ações emergenciais destinado ao setor cultural de Alagoas, e conta com apoio financeiro do Governo de Alagoas, através da Secretaria Especial de Cultura via Lei Aldir Blanc, direcionado pela Secretaria Especial de Cultura do Turismo, Governo Federal.

Ficha técnica:

Elenco: Camila Moranelo, Joelle Malta, Juliana Sena e Laís Paiva
Direção: Gessyca Geyza
Dramaturgia: Gessyca Geyza
Colaboração Dramatúrgica: Camila Moranelo, Joelle Malta, Juliana Sena, Laís Paiva, Thame Ferreira e Bruno Alves
Concepção de Luz: Adda Feitosa
Montagem de Luz: Careca
Execução de Luz: Tayná Nogueira, Mariayra Mirella e Adda Feitosa
Coordenação de Produção: Camila Moranelo
Produção: Adda Feitosa, Camila Moranelo e Priscila Angel
Assistentes de Produção: Mayara Amaral e Duso André
Concepção de Cenografia: Gessyca Geyza
Concepção de Figurino: Juliana Sena, Gessyca Geyza e Joelle Malta
Execução de Figurino: Aliny Leão
Fotografia e Filmagem: Benita Rodrigues, Mayra Costa e Adda Feitosa
Edição de Vídeo: Benita Rodrigues e Mayra Costa
Captação de Áudio: Vanessa Mota
Design: Morgana Badi
Gestora Financeira e Realização: Camila Moranelo
Coordenação de Comunicação: Camila Moranelo
Apoio: Escola Técnica de Artes (ETA/UFAL), Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Brincar Com Você e Casa Lado Bê
Agradecimentos: Zé Ricardo e Tyago

Telefone para contato: (82) 99629-8149 (Camila).

#Frestas, #pautasfeministas, #EspaçoCultural