5 de março de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Governador inaugura aeroporto para aviação executiva em Marechal Deodoro

Novo empreendimento é uma PPP, e vai potencializar o turismo na região sul do estado

Foto: Edvan Ferreira/Agência Alagoas

O governador Paulo Dantas participou nesta quarta-feira (17) da inauguração do Aeroporto Divaldo Suruagy, no município de Marechal Deodoro.

O novo equipamento é fruto de uma Parceria Público-Privada com a empresa Manal, que já possui uma base aérea localizada em Rio Largo e atua no ramo da aviação agrícola.

Além disso, o governo lançou o Programa Salva Mais – para integrar o atendimento do Samu e do Corpo de Bombeiros. A solenidade ainda marcou a entrega da recuperação asfáltica do polo industrial de Marechal Deodoro, com 8,8 quilômetros de extensão.

A pista de pouso do novo aeroporto possui 1.300 metros de extensão, tamanho semelhante à do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

O aeroporto conta ainda com um hangar de 900 metros quadrados – com capacidade para abrigar de 5 a 9 aeronaves -, amplo pátio de estacionamento de 3.300 metros quadrados, posto de combustível aeronáutico, sala VIP, sala de reunião e dormitório para pilotos.

Atualmente, o aeroporto recebe aeronaves de pequeno e médio porte (até 12 passageiros), mas há espaço para expandir a pista para até 1.800 metros, o que possibilitará o atendimento de toda a linha da aviação de grande porte.

O total de investimentos é de R$ 18 milhões, mas a empresa planeja iniciar a terceira fase do projeto, que contemplará hangares para manutenção de aviões e helicópteros, além de atender à aviação agrícola.

Para o governador Paulo Dantas, esta é uma realização importante para a economia do estado, principalmente para o turismo. “Esse aeroporto vai nos dar a condição de recebermos voos aqui de todo o Brasil, voos comerciais também. Vai encurtar as distâncias e será mais uma opção, mais uma porta de entrada do nosso estado”, avaliou.

“Além desse aeroporto, nós já requalificamos o aeroporto de Arapiraca, que já recebe voos noturnos; vamos entregar a primeira etapa do aeroporto de Maragogi no ano de 2024, e as duas últimas etapas do ano de 2025; e além disso, vamos requalificar também o aeroporto de Penedo que é um outro desafio nosso”, acrescentou.

Durante a solenidade, o governador anunciou a entrega da pista que dá acesso ao aeroporto, com extensão de 3,4 quilômetros, totalmente asfaltada, ao custo de R$ 3,3 milhões. Também foi entregue o hangar do Comando de Aviação da Secretaria de Segurança Pública, que funciona no local.

Turismo

Segundo os diretores da Manal, o novo aeroporto será muito importante para os empreendedores que visitam o Estado, tanto para negócios quanto para turismo, devido à sua localização estratégica, próxima ao centro de Maceió e aos pontos turísticos do litoral sul.

“A ideia é fazer recepção de empresários que vêm de fora, ou empresários da região que também tem aeronaves para deixar guardada. Com isso, a gente consegue dar todo o apoio a essa parte executiva da aviação”, explica Nicholas Smith, diretor da Manal. “Hoje, os aeroportos grandes, na maioria, não estão mais querendo aviação executiva, aviação de pequeno porte, até porque eles não têm espaço. Então eles estão preferindo esses chamados aeroportos satélites”, complementa Gregory Smith, também diretor da Manal.

O setor do turismo é um dos mais beneficiados com o novo aeroporto. Segundo a secretária de Estado do Turismo, Bárbara Braga, o novo equipamento já está atraindo visitantes, mesmo antes da inauguração. “Nós já recebemos aqui 12 voos, ainda que sem divulgação, e poderemos receber em breve também aeronaves de pequeno porte, como os ATRs [turboélice], que fazem a rota Maceió-Recife. Então é algo muito importante para o turismo”, disse. “Nós utilizaremos muito esse equipamento junto às operadoras e às companhias aéreas”, acrescentou.