16 de junho de 2024Informação, independência e credibilidade
Justiça

Homem é condenado a mais de 5 anos de detenção por homicídio privilegiado

Pena será cumprida em regime semiaberto

Fórum do Barro Duro – Foto: Caio Loureiro / Dicom TJ/AL

Após atuação do Ministério Público de Alagoas, Italyuri Eliacim Teixeira Ursulino Barbosa foi condenado a 5 anos anos e 8 meses de detenção pelo crime de homicídio privilegiado. A pena será cumprida em regime semiaberto. O julgamento foi realizado nesta quarta-feira (24) em Maceió.

O promotor de Justiça Marcus Mousinho relembra que o crime, ocorrido em janeiro de 2016 no bairro Chã de Bebedouro, em Maceió, vitimou Marcone, com quem o réu tinha uma relação de amizade. Eles estavam reunidos, ingerindo bebidas alcoólicas, quando Italyuri desentendeu-se com sua esposa.

Nesse momento, o acusado tentou atingi-la com uma faca do tipo peixeira, quando Marcone buscou impedir a agressão, sendo atingido pela arma na lateral do tórax. O irmão da vítima a socorreu, levando-a ao Hospital Geral do Estado (HGE). Porém, Marcone não resistiu ao ferimento e veio a óbito.

Como mencionado, a atuação do Ministério Público de Alagoas resultou na condenação do réu por homicídio privilegiado, que ocorre quando o autor comete o crime sob o domínio de violenta emoção ou ao ser provocado pela vítima.