29 de fevereiro de 2024Informação, independência e credibilidade
Policia

Inquérito da PC/AL investiga empresário preso por crimes contra secretária Kátia Born

Empresário teria atirado contra o carro da companheira, que estava estacionado na garagem da casa, localizado no bairro de Guaxuma.


A Polícia Civil de Alagoas, por meio do 6º Distrito Policial (6º DP) da Capital, instaurou inquérito para investigar crimes cometidos por um empresário contra a secretária de Estado de Assistência Social, Kátia Born, e a companheira dela, a professora Mara Ribeiro, Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da Uncisal.

O empresário, que é vizinho da secretária, foi preso, na noite desta quinta-feira (1º), por equipes da Operação Policial Litorânea Integrada (Oplit) e do Tigre, que é o grupo Tático da Core (Coordenadoria de Recursos Especiais), da Polícia Civil, sendo autuado na Central de Flagrantes, pelo delegado plantonista Antônio Carlos Machado.

O inquérito foi instaurado pelo delegado Robervaldo Davino, titular do 6º DP, devendo o acusado responder por crimes de dano, ameaça, injúria e disparo de arma de fogo.

A prisão ocorreu, após a secretária denunciar que o empresário teria atirado contra o carro da companheira, que estava estacionado na garagem da casa, localizado no bairro de Guaxuma. A arma supostamente usada no crime foi apreendida.

Além do atentado, a secretária informou estar sofrendo uma série de ameaças e ataques homofóbicos nas redes sociais, provenientes do suspeito, desde dezembro do ano passado. Outros políticos do Estado também já foram citados por ele, sempre em vídeos compartilhados nas redes sociais.

O empresário foi submetido, na manhã desta sexta-feira (2), a audiência de custódia, sendo sua prisão em flagrante convertida em prisão preventiva.