14 de junho de 2024Informação, independência e credibilidade
Maceió

JHC entrega Parque da Mulher e garante mais um espaço de convívio e lazer para maceioenses

A obra é esperada há décadas pelos moradores do bairro

Os maceioenses ganharam um novo espaço para o convívio e lazer. O Parque da Mulher, que fica na Jatiúca, foi entregue pelo prefeito de Maceió, JHC, nessa sexta-feira (08) e é mais um espaço público multiuso para a população. A obra que foi esperada há décadas pela população agora se tornou realidade.

“Depois de tantas décadas morando aqui, depois de tantas promessas, ter olhado nos meus olhos e ter encontrado alguma fagulha de esperança, me sinto homenageado porque vocês acreditaram em mim. Mesmo com tanta dificuldade, mesmo muitos querendo destruir o esse espaço, ocupar de uma maneira completamente diferente do que estamos vendo aqui, vocês preservaram na esperança de que alguém faria algo e mudaria a história por aqui. Lá atrás prometi a mudança e hoje estamos promovendo essa mudança”, disse o prefeito.

O novo espaço conta com passeios com rampas para cadeirantes, espaços gramados, bancos, lixeiras, ciclovia, equipamentos de lazer, ginástica, esporte, faixas elevadas, arena gastronômica para food trucks.

A obra foi um investimento de R$ 2.048.871,25 com recursos próprios e do Tesouro Nacional. Além disso, a Prefeitura já investiu R$ 4,9 milhões em praças e parques já reformados ou construídos. Em obras que estão em andamento o investimento é de R$ 22,8 milhões.

A secretária da mulher, Ana Paula Mendes, afirmou que o parque é um espaço inclusivo para todos os maceioenses. “Esse espaço será para discutir direitos, com um memorial que celebra a vida de cem mulheres. Estamos muito felizes em promover essa homenagem para todas vocês”, disse.

Homenageadas

O novo equipamento público conta com escultura de uma figura feminina, que é inspirada na médica psiquiatra Nise da Silveira.

A obra foi confeccionada em chapa de aço galvanizado e pintada na cor preferida da médica, um vibrante amarelo ouro, com seis metros de altura e é fixada em uma base quadrada de concreto revestida com chapas de aço inoxidável onde uma gravação em alto relevo honra o nome das 100 homenageadas.

“Fiquei muito feliz em ser homenageada. Peguei com as mãos a minha história e lutei pelo meu lugar, mas sei que nem todas tiveram espaço para promover essa luta”, disse a homenageada professora e escritora, Vera Romariz.

Participaram da solenidade o senador Rodrigo Cunha, o deputado federal Fábio Costa, os vereadores Fábio Rogério, Olivia Tenório, Eduardo Canut, Oliveira Lima, Zerisson de Oliveira e Rodolfo Barros.