19 de maio de 2024Informação, independência e credibilidade
Maceió

JHC garante dignidade a moradores do Vergel com o Parque da Lagoa

Prefeito assegura moradia para famílias da orla lagunar

Quando o prefeito JHC assumiu o comando de Maceió encontrou um cenário de desolação nas margens da Lagoa Mundaú, onde famílias habitavam barracos em condições subumanas. Conviviam com a miséria, lama, lixo, porcos e bichos do pé, que infestavam adultos e crianças. JHC tirou do papel um projeto engavetado por gestões anteriores e transformou a vida das famílias com a construção do Parque da Lagoa, um residencial de 1.776 apartamentos, que garante moradia e dignidade na orla lagunar, no bairro Vergel do Lago.

“O sentimento é de orgulho por ter tirado do papel em tempo recorde essa obra esperada há décadas, transformando favelas em moradias dignas para mais de seis mil maceioenses. Há três anos, quando assumi o comando de Maceió, esse sonho virou realidade para essas famílias. O que antes era abandono, hoje é dignidade”, disse JHC.

Hoje, as histórias de transformação são contadas por quem antes sofria à beira da lagoa, principalmente no período de chuva em Maceió, quando a situação se agravava. Dona Vera Lúcia Marinho, moradora há dois anos do Residencial Parque da Lagoa, lembra de momentos ruins que hoje parecem distantes.

No apartamento que recebeu da Prefeitura de Maceió, ela e a filha têm hoje outras preocupações, que não remetem em nada o medo de ficar desabrigadas por conta da força da água.

Na favela Mundaú, onde viveu por quase 30 anos, os dias de chuva eram tensos e seguidos de perdas. Mas foi com a mudança para o novo lar que ela passou a ter segurança, conforto e começou a se organizar financeiramente, comprar móveis e passar a pensar em uma vida mais tranquila.

“Quando chovia, molhava tudo, e eu tinha que jogar fora, não prestava mais. Quando eu vim para cá, eu não tinha nada. A gente tinha medo de o barraco cair, aí botava uns pauzinhos, ajeitava a telha. Hoje, eu tenho um quarto quentinho pra dormir. Realmente, foi uma transformação na minha vida”, comemora.

O Residencial Parque da Lagoa é um investimento de R$ 138 milhões, que vai entregar aos moradores da região lagunar de Maceió 1.776 apartamentos, sendo que 760 unidades já foram sorteadas. Serão beneficiados mais de sete mil maceioenses das comunidades Mundaú, Sururu, Peixe e Muvuca.

Cada apartamento possui 45 metros quadrados, distribuídos em cinco cômodos: sala, banheiro, área de serviço e dois quartos. Os acabamentos são em cerâmica, e o imóvel garante acesso à água potável encanada, algo que boa parte das pessoas da região não tinha.

Orla lagunar vive transformação

A entrega de moradias dignas, contudo, não é a única transformação que a orla lagunar de Maceió vive. O espaço era abandonado durante décadas e ficou conhecido pela paisagem degradada, com acúmulo de lixo, falta de manutenção de equipamentos e desassistência do poder público.

A mudança visível por quem mora e por quem passa na região começou em 2021, com o reforço da limpeza e a criação do Parque Linear, uma área de lazer instalada em um trecho da Avenida Senador Rui Palmeira, às margens da lagoa, onde foram colocados brinquedos, gramados, a ciclovia e o asfalto foram reformados, o canteiro central ganhou iluminação e o cenário ganhou mais beleza e segurança, atraindo a população.

Em todo o trecho que margeia a lagoa, um total de cinco quilômetros, foram criadas áreas de convivência, parques infantis, reformadas quadras esportivas e refeita toda a pavimentação, reforma de calçadas e canteiros, intervenções paisagísticas, pintura de faixas de pedestre e reforma e pintura de ciclovia. Na iluminação do bairro Vergel, o quarto de Maceió que já está 100% com luzes em LED, foram investidos R$ 4 milhões.

Todas as noites, a neta de Maria Solidade, a Lohana, 7 anos, brinca com o pai no espaço criado pela Prefeitura de Maceió. A avó só se preocupa agora com a hora que a pequena volta para casa. “Está uma maravilha. E vai ficar mais ainda, se Deus quiser. Minha neta sai para brincar e quando vem chegar é quase meia noite. Mas tem sempre alguém de olho”, brinca.

A região recebeu ainda investimentos de quase R$ 4 milhões na reforma das praças Padre Cícero, Cruzeiro, Getúlio Vargas e na praça da Guarda Municipal. Os equipamentos ganharam espaços de lazer e esporte, parques infantis, academias de ginástica e outras benfeitorias.

Na lagoa Mundaú, também foi implantada a metodologia inovadora do Ecoboat, uma embarcação que atua na recuperação e limpeza da água e recolhe uma média de 63 toneladas de lixo por mês.

E as mudanças na requalificação do Vergel do Lago chegaram à saúde e educação públicas municipal. As famílias do bairro também ganharam uma nova creche, a partir da reforma completa da unidade de ensino Walter Pitombo, com investimento de R$ 2 milhões.

Na saúde, a ampliação do horário de funcionamento do posto Roland Simon deu mais conforto para a população local, que pode contar com atendimento das 7h às 21h.