3 de março de 2024Informação, independência e credibilidade
Maceió

Lixo de laboratório é jogado em via pública e população aciona a Vigilância Sanitária

Órgão solicitou investigação da Delegacia de Crimes Ambientais; além de agulhas e seringas, a Visa recolheu tubos contendo sangue e com etiquetas de identificação das coletas

Lixo de laboratório é jogado em via pública e população aciona a Vigilância Sanitária
Foto: Visa Maceió
A Vigilância Sanitária de Maceió recolheu, nesta terça-feira (12), dezenas de materiais laboratoriais que foram descartados de forma irregular na rua Elza Soriano, localizada no Poço. Agulhas, embalagens de seringas e tubos com sangue marcados pelos nomes dos supostos pacientes estavam entre os itens flagrados pela Visa no local.

Após a ação de recolhimento, que se deu a partir de denúncia realizada por moradores da localidade, o material foi encaminhado para o descarte apropriado.

De acordo com o chefe especial da Visa, Airton Santos, a exposição de resíduos de serviços de saúde em via pública é terminantemente proibida por colocar em risco a saúde da população.

“Quando recebemos a denúncia custamos a acreditar que alguém pudesse ter agido de forma tão irresponsável, mas, ao chegar no local, constatamos a irregularidade e, imediatamente, recolhemos o material. O próximo passo é identificar o autor da ação, autuar e multar conforme as normas da vigilância”, detalhou Airton.

Para investigar o caso, a Vigilância Sanitária acionou a Delegacia de Crimes Ambientais, que será responsável por identificar a pessoa ou estabelecimento de saúde responsável pelo descarte irregular. Imagens de câmeras de segurança da região já foram solicitadas para colaborar com a investigação.

A Visa esclarece que o descarte de resíduos de saúde é de responsabilidades dos hospitais, clínicas, laboratórios, consultórios, entre outros serviços, que devem possuir contrato com empresa especializada no gerenciamento desse tipo de material como forma de prevenção dos riscos de contaminação do solo e da água.