1 de março de 2024Informação, independência e credibilidade
Brasil

Lula prepara reforma ministerial e Gleisi Hoffmann pode assumir Justiça

Saiba quais ministros estão na corda bamba para deixar o governo em 2024

Lula pode indicar Gleisi para Ministério da Justiça em 2024

Quando o Ano Novo chegar, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), deverá realizar uma reforma ministerial em seu governo.

As discussões envolvem aliados cujos nomes foram colocados na mesa, indicando mudanças nos cargos de ministros e a realocação de algumas figuras-chave do governo.

A saída do ministro da Justiça, Flávio Dino, para ocupar uma vaga no Supremo Tribunal federal (STF) é o ponto de partida para as mudanças que se seguirão no governo.

Dino será sabatinado no próximo dia 13 na CCJ do Senado.  Caso seja aprovado pelos senadores, em fevereiro ele assume a vaga que era da ministra Rosa Weber no STF.

Além de Dino, deverá deixar também o governo Lula o ministro Juscelino Filho. Ele atualmente comanda o Ministério da Comunicação e tem como padrinho o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP). Juscelino é um ministro citado em vários casos de corrupção.

Outra mudança significativa seria a possível substituição de Jean Prates na presidência da Petrobras, sendo acusado por Lula de ter a “mente fértil”, por Rui Costa, atualmente na Casa Civil, que tem enfrentado críticas por sua dificuldade em articular com o Congresso Nacional.

Outro que está em vias de deixar o Planalto é o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha. Pode perder o cargo para o ministro Márcio França, atualmente no Ministério das Micro e Pequenas Empresas.

Já o Partido dos Trabalhadores pressiona Lula para que coloque a deputada Gleisi Hoffmann no Ministério da Justiça, após a saíde de Flávio Dino.