2 de março de 2024Informação, independência e credibilidade
Esportes

Manchester City goleia o Fluminense e é campeão do Mundial de Clubes da Fifa

Citizens faturam título inédito diante do Tricolor carioca

Foto: Giuseppe Cacace / AFP

Por Dyego Barros

O Fluminense lutou, mas não foi páreo para o Manchester City na decisão do Mundial de Clubes. Nesta sexta-feira (22), a equipe de Pep Guardiola bateu o Tricolor de Fernando Diniz por 4 a 0, no estádio Rei Abdullah, em Jedá, Arábia Saudita, para se sagrar campeão do torneio da Fifa pela primeira vez em sua história. Julián Álvarez, duas vezes, Nino, contra, e Phil Foden, foram os responsáveis pelos gols da partida.

Logo nos primeiros movimentos do encontro entre brasileiros e ingleses, Marcelo deu um presente para Aké, após vacilar na saída de bola. O zagueiro, que atuou de forma improvisada na lateral-esquerda, arrematou de fora da área, acertando a trave do goleiro Fábio, que ficou batido na jogada. Atento ao rebote, Julián Álvarez empurrou para as redes com o peito, complemente livre de marcação, quando eram jogados apenas 40 segundos.

Apesar do duro golpe sofrido, o Flu reagiu bem, mantendo-se fiel ao seu estilo de jogo, de toques curtos na saída de bola. Mesmo com o abafa dos Citizens, o campeão da Libertadores passou a controlar a posse e chegou a ter um pênalti marcado a seu favor, em uma infiltração de Cano. Porém, o lance seria invalidado por impedimento.

A partir dos 25 minutos, o jogo voltou a ser dominado pelos europeus, com Rodri ditando o ritmo no setor de meio campo. Dos pés do espanhol começaria a jogada do segundo gol do City. Depois de receber um bom passe do camisa 16, Phil Foden cruzou e Nino, ao tentar interceptar, desviou contra o próprio patrimônio, aos 27 minutos. Na etapa complementar, o mesmo Foden apareceria para anotar o terceiro, a 18 minutos do fim. Já aos 88, Álvarez liquidou a fatura.

Com o resultado, o City chega ao fim de 2023 celebrando um ano quase perfeito, de cinco títulos conquistados: Champions League, Supercopa da Europa, Premier League, FA Cup, e o próprio Mundial. Na próxima quarta-feira (27), os azuis de Manchester já voltam a campo, para enfrentarem o Everton pelo Campeonato Inglês.

O Fluminense, por sua vez, encerra uma temporada histórica, repleto de motivos para também se orgulhar, embora tenha contribuído para estender o jejum sul-americano no Mundial de Clubes. Desde 2012, quando o Corinthians bateu o Chelsea por 1 a 0, no Japão, um time do continente não sente o gostinho de erguer a taça da competição.