19 de maio de 2024Informação, independência e credibilidade
Justiça

Márcio Roberto assume o cargo de desembargador no TJAL

Posse solene ocorreu nesta segunda (29), reunindo amigos, familiares e autoridades dos três poderes

Márcio Roberto Albuquerque, após ser eleito pelo Quinto Constitucional na vaga destinada ao Ministério Público (MPAL), assumiu o cargo de desembargador do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), nesta segunda (29). Com o pleno do TJAL lotado de amigos, familiares e autoridades dos três poderes, o magistrado se incumbiu do compromisso de unir e trabalhar pelo Judiciário e pelo povo alagoano.

Na solenidade de posse do novel desembargador, o presidente do TJAL, Fernando Tourinho, ressaltou a história, carreira e competência agregadora e deu as boas vindas ao magistrado.

“Márcio Roberto veio para somar. A maior prova é a história dele no Ministério Público. Ele é um homem agregador que conseguiu unificar o MPAL. O Poder Judiciário e a sociedade alagoana esperam muito dele e eu tenho certeza que ele, com sua desenvoltura e compromisso, prestará um grande serviço a toda a sociedade alagoana”, falou o presidente.

Márcio Roberto prometeu se dedicar à magistratura alagoana com o mesmo amor e afinco que dedicou nos 37 anos de carreira no MPAL.

“Venho para a magistratura alagoana após 37 anos dedicados ao povo de Alagoas, representando uma instituição tão grandiosa quanto o Ministério Público. Venho contribuir para que todos os que aqui trabalham, todos os meus pares, cada dia se aproximem mais. Trabalharei pelo Judiciário e pela sociedade, e prestarei um serviço cada dia de mais excelência”, disse o novel desembargador.

Solenidade

A posse solene do desembargador Márcio Roberto Albuquerque reuniu autoridades dos três poderes, servidores, familiares e amigos, no Pleno do TJAL, que ficou lotado de pessoas que estavam felizes em prestigiar a chegada do novo magistrado à corte de Justiça alagoana.

O novo desembargador foi conduzido pelos desembargadores Ivan Brito e Celyrio Adamastor e o discurso de abertura foi realizado pelo desembargador Paulo Zacarias, que destacou a felicidade da comunidade jurídica com a chegada do empossado.

“Promova, juntamente com todos os desembargadores do tribunal, os meios perenes e necessários para instituir um Estado Democrático de Direito, assegurando aos alagoanos o exercício de seus direitos sociais e individuais, garantindo a cada um a liberdade, a segurança, a justiça como valores supremo de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceito”, desejou o desembargador Paulo Zacarias.

Quebrando o protocolo, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Alagoas, Vagner Paes, cedeu a palavra ao presidente da subseção da OAB do Vale do Paraíba, Márcio Roberto Júnior, filho do novel desembargador.

Emocionado, ele destacou o pai exemplar que sempre teve e o espírito de liderança e agregação que ele exerce por onde quer que passe.

“A fotografia, quando você olha de primeira face, parece um sucesso. Mas um filme de muita luta se passou até que ele saísse das fronteiras de Atalaia, onde iniciou como feirante naquele município para chegar hoje ao cargo de desembargador do Tribunal de Justiça do estado de Alagoas”, disse emocionado.

Discursos

O deputado estadual Bruno Toledo, vice-presidente da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), falou sobre a união e parceria entre os três poderes representadas na solenidade.

“Isso demonstra a parceria e a interação positiva entre os poderes de Alagoas. O Poder Legislativo e o Poder Judiciário têm uma relação harmônica, respeitosa e certamente na figura do Dr. Márcio Roberto, fortalecerá ainda mais este vínculo”, destacou.

O governador de Alagoas, Paulo Dantas, falou sobre o papel agregador de Márcio Roberto e enalteceu suas maiores qualidades que o farão representar com maestria o trabalho na corte da Justiça alagoana.

“O desembargador Márcio Roberto é um homem público que reúne todas as melhores qualidades, e eu tenho certeza que vai agregar muita eficiência, muito valor, e vai ser muito produtivo para o Poder Judiciário, que já tem sido um instrumento fundamental para o desenvolvimento social e econômico do nosso estado”, falou o chefe do executivo estadual.

O procurador-geral do estado, Lean Araújo, citou Aristóteles para levar os presentes a refletirem sobre evolução, construção e conhecimento.

“Aristóteles nos leva a refletir também sobre o dever que a gente tem de evoluir, de construir o conhecimento, de refletir e acima de tudo, tentar, dentro das nossas limitações humanas, implementar. Ele diz que só fazemos melhor aquilo que repetidamente insistimos em melhorar. E eu tenho certeza que o novo magistrado construirá a sabedoria necessária para a realização do objetivo, destacou.

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Humberto Martins não pôde estar presente na solenidade, mas em vídeo desejou pleno êxito ao novo desembargador do TJAL oriundo da vaga do Quinto Constitucional.

“Tenho a certeza de que distribuirá justiça como magistrado com humildade, prudência, sensibilidade e sabedoria. Que sua nova missão seja marcada pelo compromisso inabalável  com o fortalecimento do Estado Democrático de Direito e efetivação de uma justiça rápida, igualitária e produtiva, sempre de mãos dadas com a sociedade”, parabenizou o ministro.

Agradecimento

Para finalizar, o desembargador Márcio Roberto Albuquerque, agradeceu, orgulhoso, a honra em fazer parte do Judiciário alagoano.

“Chego a esta corte de Justiça convencido de que aqui, acompanhado dos meus sábios e serenos pares, buscaremos sempre convergir quanto aos interesses e propósitos da sociedade alagoana”, finalizou o empossado.

Carreira

O novo integrante do TJAL assumiu a vaga destinada ao Ministério Público pelo critério do Quinto Constitucional. Ele substituiu o desembargador José Carlos Malta Marques, que se aposentou em janeiro deste ano.

Márcio Roberto Tenório de Albuquerque se formou em Direito pelo Cesmac em 1982. Ingressou no Ministério Público em março de 1987 e atuou como promotor por 23 anos. Em 2010, ascendeu ao cargo de procurador de Justiça. Em 2013, atuou como corregedor e, entre 2017 e 2020, ocupou o cargo de subprocurador-geral.

 Em abril de 2020, tornou-se procurador-geral de Justiça, cargo que ocupou até ser empossado como desembargador do TJAL.

Autoridades

Além dos desembargadores, magistrados e servidores do Poder Judiciário, prestigiaram a solenidade o presidente da Câmara de Deputados, Arthur Lira, a procuradora-chefe da Procuradoria da República em Alagoas, Roberta Bonfim, o desembargador do TJPE, Paulo Oliveira, o prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (JHC), a prefeita de Atalaia, Cecilia Herrmann, o presidente do TRT da 19ª Região, José Marcelo Vieira, o presidente do TCE/AL, conselheiro Fernando Toledo, o vice-presidente do Conselho de Procuradores Gerais e desembargador do TJMS, Romão Júnior, entre outras autoridades.