22 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Política

Na briga por R$ 500 milhões União Brasil quer expulsar Bivar

Processo de expulsão vai tramitar durante 60 dias. Bivar tem 72 horas para apresentar defesa

Cofre com meio bilhão de reais é o enredo da briga entre os políticos do União Brasil

Na briga pela chave do cofre recheado com R$ 500 bilhões, o União Brasil decidiu abrir um processo para expulsar o deputado Luciano Bivar, atual presidente da legenda.

Bivar é acusado de incendiar as casas de praia do futuro presidente do partido,  Antônio Rueda, e da irmã dele, que é a tesoureira nacional da legenda.

A irmã de Rueda é acusada por Bivar de ter roubado o dinheiro de sua casa em Miami, após ter pedido emprestado o imóvel para passar as férias.

A Executiva do União Brasil deu 72 horas para que Luciano Bivar apresente sua defesa sobre as acusações que lhe foram feitas por Rueda, que se diz ameaçado de morte.

O processo de expulsão também será analisado no período de 60 dias. Bivar ainda terá mais cinco dias para apresentar recurso depois de tomada a decisão cautelar.

Nesta quarta-feira (13), 17 integrantes da direção do partido votaram para receber, isto é, aceitar uma representação de deputados, senadores e governadores da União Brasil contra Bivar. Mais de 40 deputados e senadores e três governadores participaram do encontro.