15 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Operação integrada faz SSP se mostrar presente em Palmeira dos Índios

Secretário Alfredo Gaspar coordenou a ação junto às polícias civil e militar

Dando continuidade às ações estratégicas de repressão ao crime, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) realizou mais uma operação integrada. A ação ocorreu na noite desta quarta-feira (13) em Palmeira dos Índios.

A ação contou com a participação de diversas unidades das Polícias Civil e Militar e foi coordenada pelo próprio secretário de Segurança Pública, Alfredo Gaspar de Mendonça, e teve como objetivo principal reprimir a criminalidade e promover mais segurança no município.

“Hoje fizemos um apanhado de várias notícias recebidas pelo Disque Denúncia sobre ocorrências em Palmeira dos Índios, que resultou neste trabalho integrado. Estamos patrulhando a cidade, aprofundando as investigações e mostrando à população que essa união de forças traz resultados”. Alfredo Gaspar, titular da SSP.

A operação segue os mesmos moldes das anteriores, também coordenadas pelo secretário, ocorridas em União dos Palmares e Penedo, onde guarnições da Polícia Militar e da Polícia Civil realizaram abordagens em locais públicos com concentração de pessoas, em veículos e em estabelecimentos comerciais.

Antes de partirem para Palmeira dos Índios, as equipes reuniram-se na sede do 3° Batalhão em Arapiraca, para evitar que a movimentação afastasse os meliantes antes da chegada dos policiais.

As abordagens ocorreram nas duas entradas do município e nos bairros Alto do Cruzeiro, Vila Maria e Centro, por contar com maior incidência de crimes. Durante as abordagens, os policiais apreenderam ainda duas máquinas caça níquel.

Participaram da ação, além do secretário Alfredo Gaspar, o delegado geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, o tenente coronel Azevedo, comandante do CPAI-II, além de policiais militares do 10° Batalhão, do Batalhão de Radiopatrulha (BPRp), do Batalhão de Operações Especiais (Bope), do Pelopes, além do do Grupamento Aéreo, agentes da Divisão Especial de Investigação e Capturas (DEIC), da Asfixia e do Tigre.