26 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Economia

Panasonic demite 130 funcionários e encerra produção de TVs no Brasil

Decisão vem quase um ano após outra marca japonesa, Sony, tomar o mesmo caminho

Após 40 anos, a marca japonesa Panasonic anunciou hoje que vai encerrar a produção e a venda de TVs no Brasil. Até dezembro, 130 funcionários serão demitidos, de um total de 2.400 colaboradores.

Nenhuma fábrica, no entanto, será fechada. Segundo a Panasonic, o fim da produção e venda de TVs será consumado até o final do ano, mas “o consumidor não ficará sem assistência”. Trata-se, segundo a empresa, de uma decisão de estratégia global.

Ainda no mercado de negócio em máquinas de lavar, geladeiras, cuidados pessoais, baterias e soluções corporativas, a Panasonic diz que “acredita no potencial e no mercado brasileiro, e continuará investindo e fomentando novas linhas e novos produtos”.

A fábrica de Manaus (AM), onde as TVs da marca são montadas, vai se concentrar em micro-ondas e outros produtos de linha branca. A empresa ainda tem uma unidade em Extrema (MG), onde são produzidas geladeiras e máquinas de lavar; em São José dos Campos (SP), onde são produzidas pilhas; além de um escritório administrativo em São Paulo (SP).

Sony 

A decisão da Panasonic de encerrar a produção de TVs no Brasil vem quase um ano após outra marca japonesa tomar o mesmo caminho. Em setembro do ano passado, a Sony anunciou o fim de seus televisores no país após 48 anos.