16 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Política

Paulão diz que ministro Moraes está fechando o cerco contra Bolsonaro

Segundo ele, revelações de depoimentos de ex-comandantes militares são indícios fortes de que medidas duras serão tomadas pela justiça

Paulão: o cerco está se fechando e quem fez o mal vai arcar com as consequências

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, está fechando o cerco contra o ex-presidente Jair Bolsonaro, no inquérito da Polícia Federal, que investiga a tentativa de golpe de Estado no Brasil pelos bolsonaristas, após a derrota nas eleições de 2022. A declaração foi feita na Câmara pelo deputado federal Paulão (PT).

Segundo ele, o fato do ministro Moraes levantar o sigilo de 27 depoimentos, inclusive de militares acusando o ex-presidente Bolsonaro, nesta sexta-feira, 15, é um forte indicador desse contexto.

Ele lembrou que as oitivas divulgadas do general Freire Gomes  e do brigadeiro do ar Batista Júnior, ex-comandantes militares, revelam que ação de Moraes é determinada para o esclarecimento dos fatos e responsabilizar, na forma da lei, os envolvidos na trama golpista contra o País.

O deputado destacou que acredita que medidas duras serão tomadas nas decisões judiciais, por que o conluio bolsonarista contra a democracia, as instituições da República e o Estado de Direito foi ato de lesa pátria, em trama diabólica para manter o poder no controle dos golpistas.