3 de março de 2024Informação, independência e credibilidade
Política

Paulão: Ponte Penedo-Neópolis é uma obra fundamental para o desenvolvimento do Estado

Ponte receberá um investimento de R$ 203 milhões, que serão usados na estrutura e para construção de acessos, calçadas e ciclovias.

Paulão: Ponte é a obra fundamental para avançar com o desenvolvimento de Alagoas e Sergipe/ Foto: Paulo Marques

Durante a solenidade de assinatura da ordem de serviço para a construção da Ponte Penedo-Neópolis, autorizada pelo governo Lula, o deputado federal Paulão (PT), líder da bancada alagoana, destacou que “esta é uma grande obra, aliás, uma das mais importantes para o desenvolvimento de Alagoas e Sergipe, sobretudo dos municípios ribeirinhos”.

O deputado destacou que a obra era um sonho da população dos dois municípios, separados pelo curso do Rio São Francisco, mas que só agora começa a se transformar em realidade, após o ministro do Transportes, Renan Filho (MDB) assinar a ordem de serviço, representando o presidente Lula. Ao lado dele esteve o ministro da Casa Civil, o sergipano Márcio Macedo.

Disse o deputado que é importante destacar o papel dos governadores, Paulo Dantas, de Alagoas, e Fábio Mitidieri, de Sergipe, que se uniram na empreitada de convencer o governo federal a incluir a obra dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). “Eles tiveram papel importante nesse processo de consolidar o projeto, bem como o prefeito de Penedo, Ronaldo Lopes, e o prefeito de Neópolis, Célio de Zequinha”.

Paulão destacou ainda que enquanto deputado federal destinou recursos de emenda parlamentar para a construção da ponte, juntamente com os deputados Isnaldo Bulhões e Rafael Brito, ambos do MDB. “Nós temos compromissos com o desenvolvimento e queremos ajudar na construção desta obra, apoiando o ministro Renan e o governador Paulo nessa empreitada gigante”, afirmou.

A ponte, o custo e os benefícios

A ponte Penedo-Neópolis vai beneficiar desde o início de sua construção cerca de 80 mil pessoas de Alagoas e Sergipe, considerando que em 60 dias serão iniciados os trabalhos, como disse o ministro Renan Filho: “Em 60 dias já começaremos a bater as estacas da obra para fazer a ponte para o povo dessa região”.

A ponte receberá um investimento de R$ 203 milhões, que serão usados para construção de acessos, calçadas e ciclovias, entre outras benfeitorias. Terá uma extensão será de 1,08 quilômetro, além de 12,25 quilômetros de acessos; estrutura terá 21,1m de largura; e vão central com 300 metros para viabilizar a navegação.