21 de maio de 2024Informação, independência e credibilidade
Cultura

Paulo Jacinto realiza dia 14 o seu 66º Baile da Chita, um evento de tradição

Baile surgiu na década de 50 para fomentar o movimento de emancipação política do município

Localizado na região Centro-Norte de Alagoas, o município de Paulo Jacinto se prepara para receber grande número de visitantes no próximo sábado, 14, quando estará realizando no clube social da cidade o 66º Baile da Chita.

Por ser a principal tradição da cidade, o baile da chita recebeu o certificado de Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de Alagoas. O Baile da Chita nasceu de um movimento da juventude paulojacintense, na década de 1950, com o objetivo de angariar fundos para a campanha de emancipação política do povoado que, à época, pertencia ao município de Quebrangulo.

Sucesso daquela década,  a música Rosinha de Propriá, de Humberto Teixeira, cantada por Luiz Gonzaga, ganhou versão de paródia para a mobilização dos jovens na luta pela emancipação, e virou tema do baile, até hoje tocada na abertura e no encerramento da festa.

O evento fez sucesso, desde o primeiro momento. Virou referência. Até Luiz Gonzaga passou por lá. E mesmo com o passar dos anos e mudanças de hábitos, até hoje o Baile da Chita é capaz de lotar a cidade, unir gerações de paulojacintenses e atrair pessoas de vários cantos de Alagoas e de outros estados.

Paulo Jacinto e a tradição do baile da chita

“Trata-se de uma festa que orgulha o paulojacintense e teve seu reconhecimento pelo governo estadual, quando a reconheceu como partimônio imaterial de Alagoas. Temos que destacar todo o esforço da direção do Clube Social Recreativo Paulojacintense pela organização do baile tradicional, que resiste no interior alagoano há 66 anos. É sem dúvidas um orgulho para todos nós”, disse Renato Nascimento, integrante da direção do clube.