19 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Esportes

Pedrinho é eleito o novo presidente do Vasco

Ídolo do clube, Pedrinho abdicou de carreira promissora no grupo Globo para realizar o sonho de estar à frente do Cruzmaltino

 

Pedrinho se emociona ao ser declarado presidente do clube do coração – Foto: Marcelo Baltar

Por Dyego Barros

Pedrinho é o novo presidente do Vasco da Gama. Em eleição realizada neste sábado (11), o ex-jogador e comentarista, de 46 anos, venceu a disputa com o advogado Leven Siano, representando a “Chapa Sempre Vasco”, e se credenciou a assumir o comando do seu clube de infância após o término da gestão do atual mandatário Cruzmaltino, Jorge Salgado.

Eleito com o apoio de velhos companheiros e igualmente ídolos do Gigante da Colina, como Felipe e Edmundo, Pedrinho recebeu 2.873 votos, contra 1.720 do concorrente, e assumirá, em 2024, a presidência da instituição pelo próximo triênio.

Encerrado às 22h, o processo eleitoral se estendeu ao longo de todo o dia de hoje, na sede do Calabouço, situada na região central do Rio de Janeiro, mas os membros do quadro de sócios também puderam votar sem sair de casa, de forma online.

À frente do Almirante de São Januário, Pedrinho terá de dialogar com os executivos do grupo 777 Partners, que detém 70% das ações do futebol vascaíno, desde que o Vasco adotou o modelo de SAF. Como uma espécie de sócio-minoritário, o ex-analista dos canais SporTV representará os 30% que ainda pertencem ao clube associativo.

Palavras do novo presidente 

– Quero agradecer ao Leven. A disputa foi justa e leal. Ele é muito competente, merece todo o respeito. Tudo que eu falei durante a campanha continua. Uma das minhas intenções é fazer o Vasco diferente do que vimos nos últimos anos. O objetivo e o ideal é o Vasco vencedor e campeão. É isso que vamos buscar daqui para frente – declarou Pedrinho, após o anúncio do resultado do pleito.

Trajetória de ídolo 

Pedrinho despontou para o futebol profissional com a camisa do Vasco no ano de 1995. Cria do futsal Cruzmaltino, o meio-campista, de rara habilidade na perna esquerda, fez parte de uma geração multicampeã, atuando ao lado de craques do quilate de Felipe e Juninho Pernambucano. Em 218 partidas pelo time da Colina, o jogador, tão eficiente quanto propenso a contusões, acumulou 47 gols anotados.