19 de maio de 2024Informação, independência e credibilidade
Policia

PF expulsa “influencers” de avião após ameaça de bomba (de peido)

Sócios Kel Ferreti e Igor Campioni, foram retirados de voo da Latam com destino à Maceió

Os “influenciadores digitais” e sócios, Kel Ferreti e Igor Campioni foram retirados pela Polícia Federal, de um avião da Latam, no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, com destino a Maceió, nesta quinta-feira (24).

A expulsão da duploa por causa de uma “brincadeira”: Campioni disse que Ferretti iria soltar uma “bomba” dentro da aeronave. Testemunhas acionaram a PF que os retirou da aeronave para a realização de averiguações.

Ferreti, que tem mais de 2,8 milhões de seguidores, disse em suas redes sociais que tudo não passou de um mal entendido: ele teria ido ao banheiro da aeronave e o sócio brincou dizendo aos passageiros que ele iria soltar uma bomba – Campioni estaria falando em “bomba de peido”.

De acordo com relato de Ferreti nas redes sociais, o comentário sobre a “bomba” aconteceu enquanto ele estava no banheiro. Ao retornar ao assento, o comissário pediu para ele apresentasse o cartão de embarque e chegou a rir da explicação do empresário.

Mesmo assim, o avião teria passado duas horas e meia no pátio. Agentes da PF foram chamados e os passageiros, comunicados de que a tripulação estava “resolvendo uma questão do sistema”.

Cerca de uma hora e meia depois, Ferreti e Campioni foram convidados a se retirar da aeronave e explicar a “a história da bomba” a um policial. Em seguida, eles presentaram documentos pessoais e foram liberados pelos federais. O voo, contudo, foi cancelado.

Redes sociais

No Instagram, Ferreti, de 38 anos, se descreve como ex-policial militar, empresário e influencer. Ele afirma que já faturou mais de 60 milhões com a venda de cursos voltados a ensinar “como ganhar dinheiro na internet”.

Leia mais: Influencer que filmou o próprio voto faz acordo com MP Eleitoral

Em 2023, Ferreti foi expulso da PM por crime eleitoral. Ele respondeu a um processo disciplinar após descumprir a ordem da Justiça Eleitoral e usar um aparelho celular em uma cabine de votação nas eleições de 2022.

Além de ter filmado o próprio voto, Ferreti teve outros entraves com a justiça, como quando batalhou para mantar uma banheira na varanda de apartamento em que mora e pichar uma Ferrari pichada abandonada em um bairro nobre da capital.

Já Igor Campioni é conhecido na internet como “o pai do orgânico”. Com 800 mil seguidores, ele costuma postar seu cotidiano com amigos, viagens e encontro com famosos, além de publicações com “teor de superação”.