24 de fevereiro de 2024Informação, independência e credibilidade
Policia

Polícia prende em Alagoas mãe de santo travesti que sacrificou homem em ritual

Vítima foi morta degolada por que cabra que seria usada para sacrifício estava grávida

Travesti foi presa em casa, na cidade de Rio Largo, onde passou a residir após o crime | Foto: Cortesia / Polícia Civil

A Polícia Civil de Alagoas, por meio do Núcleo de Investigação Especial (NIESP), coordenado pelo delegado Daniel Mayer, prendeu na manhã desta quinta-feira (18) uma mãe de santo travesti, de 56 anos, acusada de sangrar e matar Clivanildo Santos Lima, durante um ritual macabro, em um terreiro de candomblé, localizado no Alto da Boa Vista, no município de São Miguel dos Milagres.

A prisão ocorreu na cidade de Rio Largo, dentro da operação deflagrada para prender pessoas envolvidas em crimes no Estado.

A morte de Clivanildo aconteceu por volta da meia-noite do dia 9 de dezembro de 2015, depois da vítima ser atraída até o terreiro por um amigo da mãe de santo, que já tinha uma desavença com a vítima.

Há relatos ao longo do inquérito policial apontando que os acusados precisavam sacrificar um animal naquele dia, e teriam até tentado fazer isso com uma cabra. Contudo, descobriram que a cabra estava grávida e desistiram, preferindo sacrificar um ser humano.

Apesar de haver a desavença, o amigo da mãe de santo e Clivanildo passaram o dia bebendo juntos e, no final da tarde, foram para o terreiro que funcionava na casa da mãe de santo.

De acordo com as investigações, a vítima ficou embriagada e, junto com o amigo e uma mulher que morava na casa, cortaram o pescoço de Clivanildo com uma faca, fazendo-o sangrar até a sua morte.

Depois disso, já pela madrugada, eles colocaram o corpo num carro-de-mão, dentro de um saco plástico, e tentaram ocultá-lo, só que no local escolhido para a “desova” passava um caçador. Eles então resolveram abandoná-lo ali mesmo.

No mesmo dia, os acusados abandonaram a casa e fugiram da cidade, sendo dois deles localizados anteriormente. A mãe de santo, agora presa, deverá ser levada para o sistema prisional.