24 de fevereiro de 2024Informação, independência e credibilidade
Policia

Policial civil encontrado morto foi vítima de traumatismo, afirma IML de Arapiraca

Investigação confirmará se foi morte acidental ou criminosa

Na necropsia, ficou confirmado que o policial aposentado morreu em decorrência de uma lesão cerebral. Foto: Aarão José / Ascom Polícia Científica

A Polícia Científica confirmou no início da tarde desta segunda (22) a conclusão do exame cadavérico no corpo do policial civil aposentado Carlos Alberto Souza Vitorino, de 63 anos. Conforme o Instituto Médico Legal de Arapiraca, ele foi vítima de um Traumatismo Cranioencefálico (TCE).

A conclusão da causa da morte ocorreu após o exame de tanatologia médico-legal realizado pelo perito médico legista, José Claudio Buarque de Gusmão. Na necropsia, ficou confirmado que o policial aposentado morreu em decorrência de uma lesão cerebral gerada por forças externas contra a cabeça.

O chefe especial do IML de Arapiraca, perito médico legista Silvio Nunes, explicou que ferimentos dessa natureza podem ser ocasionados por um instrumento contundente, mas também por uma queda da própria altura. “O laudo cadavérico e o exame pericial de local de morte suspeita serão determinantes para a investigação do inquérito policial que apura essa morte”, explicou o chefe do IML de Arapiraca.

O policial civil aposentado Carlos Vitorino foi encontrado morto e despido na tarde do último domingo (21), dentro da residência dele na Rua Enoque Bezerra de Lima, no bairro Planalto, em Arapiraca. O local foi periciado pelo Instituto de Criminalística e o caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídio de Arapiraca.