27 de fevereiro de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Prefeito, secretária de Saúde e fotógrafo furam fila da vacinação em Pernambuco e Sergipe

Ministério Público já abriu procedimento para investigar caso em PE

Sergipe e Pernambuco registraram os maiores casos de “fura fila” nesse início de vacinação do Brasil. Isso porque um prefeito, uma secretária de saúde e até um fotógrafo oficial de cidades do interior, que não fazem parte do grupo prioritário, foram vacinados hoje.

Em Itabi, interior de Sergipe, o prefeito Júnior de Amynthas (DEM) resolveu ser o primeiro a tomar a vacina. Segundo nota oficial de sua Secretaria de Saúde, o objetivo era incentivar a população a aderir à campanha de vacinação.

Jupi

Já na cidade de na cidade de Jupi, em Pernambuco, Guilherme JG, fotógrafo oficial da prefeitura, foi vacinado enquanto segurava a mão de Maria Nadir Ferro, secretária municipal de Saúde da cidade.

Após o caso ganhar repercussão, o profissional disse na Rádio Jornal de Pernambuco, fora do ar, que se arrependia pelo ato e que não teria coragem de tomar de novo porque é uma falta de empatia.

Mas quando confrontado por uma repórter, ele negou ter tomado a dose e pediu para que o assunto fosse esquecido. O detalhe é que pouco antes ele havia fotografado a secretaria sendo vacinada. E ele foi filmado sendo vacinado.

O Ministério Público de Pernambuco (MP/PE) instaurou procedimento administrativo para investigar o caso. Jupi recebeu da SES 136 doses da Coronavac para a imunização completa de 68 profissionais de saúde que atuam na cidade.

Só podem tomar a vacina neste primeiro momento, de acordo com a pactuação feita entre estado e municípios, conforme estabelecido pelo Plano Nacional de Imunização, trabalhadores da saúde que estão na linha de frente.