16 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Maceió

Prefeitura inicia nesta segunda-feira a vacinação contra a influenza 2024

Coordenada pelo Ministério da Saúde, a vacinação em Maceió quer atingir meta de 90% da população alvo.

Vai começar a vacinação contra a influenza em Maceió

Com meta de imunizar 90% da população-alvo da capital, a Prefeitura de Maceió inicia nesta segunda-feira, 25, a campanha de vacinação contra a Influenza de 2024.

Coordenada pelo Ministério da Saúde, a iniciativa tem como principal objetivo reduzir os contágios, complicações, internações e mortalidade decorrentes da infecção nas pessoas que fazem parte do grupo prioritário da vacinação. A campanha será realizada em uma única etapa e contemplará todos os grupos prioritários até o dia 31 de maio.

De acordo com a coordenadora de Imunização de Maceió, Eunice Amorim, a única contraindicação para a aplicação das vacinas é para aquelas pessoas que apresentaram reações severas, como anafilaxia, ao tomar a vacina em campanhas anteriores. É importante ressaltar que a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é imunizar pelo menos 90% de cada um dos grupos prioritários contra a Influenza.

A vacinação de 2024 é trivalente e sua formulação é eficaz contra as cepas H1N1, H3N2 e tipo B, sendo constantemente atualizada para garantir a proteção contra as novas cepas do vírus. É fundamental que as pessoas levem seu cartão de vacinação ao dirigirem-se a um dos locais de imunização.

Em algumas situações, é recomendado adiar a vacinação até a melhora do quadro de doenças febris agudas, moderadas ou graves, bem como em casos confirmados de Covid-19. O público-alvo da campanha inclui crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas até 45 dias pós-parto, idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, professores, indígenas, pessoas em situação de rua, entre outros.

A vacinação será realizada em todas as Unidades de Saúde de Maceió, assim como em pontos fixos e volantes em diversos locais da cidade, como shoppings e centros de atendimento. Além disso, os responsáveis por idosos acamados podem entrar em contato para que a equipe faça a vacinação na residência.

É importante ressaltar que pessoas que apresentaram sinais de anafilaxia após ingestão de ovo podem receber a vacina, desde que em ambiente adequado para tratar reações alérgicas graves, sob supervisão médica. Para mais informações, é possível entrar em contato com o Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE).