18 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Justiça

Presidente em exercício do TJAL palestra sobre conciliação no Maceió Shopping

Desembargador Orlando Rocha apresentou as vantagens da autocomposição para estudantes do curso de Direito

Desembargador Orlando Rocha destacou a importância da cultura da paz. Foto: Adeildo Lobo Desembargador Orlando Rocha destacou a importância da cultura da paz. Foto: Adeildo Lobo

Estudantes do curso de Direito da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) assistiram, nesta quinta-feira (9), à palestra do desembargador Orlando Rocha Filho, presidente em exercício do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), no Shopping Maceió.

A palestra faz parte das ações da Semana Nacional da Conciliação, que teve início na segunda (6) e segue até esta sexta-feira (10). Os estudantes contaram ainda com palestras das defensoras públicas Lidiane Kristhine e Andressa Wanderley, da mediadora e conciliadora Janaína Rocha e da diretora do Procon, Cecília Wanderley.

“A programação foi traçada pelo tribunal nesse mês dedicado à conciliação. E vim pessoalmente para mostrar que o maior veículo para levar a paz entre as pessoas é a conciliação e mediação. Há pessoas que são realmente envolvidas com essa cultura, que se engajam, se dedicam e precisamos incentivá-las para que continuem difundindo essa cultura da pacificação através da conciliação. Então o TJAL se faz presente aqui, prestigiando a todos que participam desse evento”, disse o desembargador Orlando Rocha.

O mediador do Cejusc instalado no Maceió Shopping, Caio Almeida, explicou que somente nesta quinta, em menos de uma hora de atendimento ao público no espaço do evento, recebeu três causas e as pessoas já saíram de lá com as audiências agendadas para a próxima semana.

“O tribunal incentiva muito a conciliação, já são 33 Cejuscs em Alagoas. Estamos aqui para divulgar a cultura da paz, como o desembargador Orlando Rocha falou ‘é preciso multiplicar as pessoas que vestem a camisa da conciliação e da mediação. Sentença deixa para os casos complexos’. As causas mais simples podem ser resolvidas através de acordo nos Cejuscs. A conciliação ajuda a pacificar a situação, a retomar o canal de comunicação entre as partes, que por muito tempo ficam afastados devido ao conflito”, disse o mediador.

No Maceió Shopping as atividades ocorrem das 16h às 22h, com agendamento e atendimento ao público. A programação contou com palestras de juízes, defensores públicos e advogados sobre benefícios da mediação, superendividamento de consumidores, entre outros assuntos.

O evento é promovido pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do TJAL.