12 de julho de 2024Informação, independência e credibilidade
Maceió

Projeto Água Vida resgata tradição de corrida de barcos no dia de São Sebastião, na Lagoa Mundaú

A regata e uma gincana com pescadores marcam o encerramento da programação do projeto neste sábado

Projeto Água Vida valoriza ação das comunidades de pescadores no Pontal da Barra, em Maceió

No ano em que celebra o seu décimo aniversário, o Projeto Água Vida, criado pelo fotógrafo e ambientalista Mário Barila, para realizar ações socioambientais, começa 2024 com uma importante ação de apoio aos pescadores e marisqueiras do entorno da lagoa Mundaú, no bairro histórico e tombado de Portal da Barra, em Maceió (AL).

O projeto se iniciou desde o dia 16 e  se encerra neste sábado,20 de janeiro, em parceria com “O Nosso Mangue – negócio de impacto”  uma iniciativa da empreendedora Mayris Nascimento que trabalha com a recuperação, preservação e conservação de áreas de manguezais. Em Maceió a ação foi batizada de Recomangue.

Devido a alguns danos ambientais sofridos pela região de manguezal, tais como desmatamento, segregação e afundamento, o projeto tem como objetivo desenvolver ações de educação ambiental e recuperação de áreas degradadas. Por meio da parceria com o Nosso Mangue, serão proporcionadas experiências aos alunos da Escola Municipal ‘Silvestre Péricles’ de vivenciar esse ecossistema. Durante a atividade, realizarão a coleta de resíduos sólidos no local e participarão de um plantio simbólico de mudas de mangue.

Eventos – Neste sábado, 20 de janeiro, em homenagem ao Dia de São Sebastião, haverá uma corrida de barcos à vela, a partir das 10h, na Lagoa Mundaú, com a participação de pescadores da comunidade e de outros bairros circunvizinhos, além de uma gincana com as comunidades de pescadores

A regata – que deve reunir pescadores da comunidade e outros bairros circunvizinhos – é parte integrante da Recomangue, ação de apoio a pescadores e marisqueiras do entorno da lagoa Mundaú, realizada numa parceria do Nosso Mangue – negócio de impacto – iniciativa da empreendedora Mayris Nascimento com o fotógrafo e ambientalista Mário Barila, do Projeto Água Vida.

Barila ressalta que os esforços para recuperar e proteger essa região do Pontal da Barra, seriamente ameaçada pelos impactos negativos causados ao meio ambiente, é vital para garantir o sustento e a vida das comunidades ribeirinhas.

“Essa ação tem o intuito de dar voz e rosto à comunidade. Pretendo captar belas imagens para mostrar que a vida pode e deve ser muito melhor para seus habitantes”, enfatiza o fotógrafo que comercializa as suas fotos para levantar recursos para financiar projetos de educação e preservação ambiental e de responsabilidade social. O Projeto Água Vida também vai doar um data show e equipamentos de pesca para a população local.

De acordo com Mayris, “a parceria entre o Nosso Mangue e o Projeto Água Vida é muito importante, especialmente no que diz respeito à valorização das comunidades ribeirinhas, pescadores locais e a comunidade em geral”.

Ao longo de dez anos, o Projeto Água Vida desenvolveu e realizou uma série de ações em prol da preservação e educação ambiental em todas as regiões do Brasil. Entre as causas abraçadas pelo fotógrafo Mario Barila estão os plantios de milhares de árvores em Mariana e Brumadinho (MG), apoio aos pescadores e marisqueiras de Salvador (BA) na época do derramamento de óleo no Nordeste.

Projeto foi rriado em 2014 pelo fotógrafo e ambientalista Mário Barila.

 

Sobre Projeto Água Vida

 Criado em 2014 pelo fotógrafo e ambientalista Mário Barila, a iniciativa tem como objetivo desenvolver e realizar ações em prol da preservação e educação ambiental, além de resgate de cidadania, destacando a importância vital da água para a vida do planeta. As ações são financiadas com a venda de suas fotos e doações de parceiros.

Ao longo dos 10 anos, o Projeto Água Vida apoia causas relevantes promovidas por Ongs, instituições e entidades conceituadas, como o reflorestamento das áreas desmatadas Mariana e Brumadinho (MG), região amazônica do Pará, Fernando de Noronha (PE), Ilha do Mel e Niterói (RJ) e, mais recentemente, na Área de Proteção Ambiental do Sauim-de-Coleira, em Manaus (AM).

Economista de profissão, Mário Barila começou a se dedicar à fotografia, sua paixão desde adolescência, ao se aposentar. Se especializou na arte da fotografia com o renomado fotógrafo Araquém Alcântara, famoso por retratar a fauna e flora brasileira.

Sensibilizado com pessoas em situação de extrema pobreza e as questões ambientais encontradas em suas viagens pelo Brasil e exterior, Barila resolveu usar a arte da fotografia para apoiar as causas socioambientais. É através de sua câmera que ele registra fotos da natureza ameaçada pelo homem, espécies em extinção, a realidade das comunidades locais, assim como a luta pela preservação da vida e do planeta. Todas as fotos produzidas são comercializadas para levantar recursos destinados às ações do Projeto Água Vida.

Os interessados em conhecer mais sobre as atividades do Projeto Água Vida e contribuir com as ações de Mário Barila podem acessar o blog do fotógrafo no https://mariobarila.com.br/ ou a página no Instagram/@barila.