16 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Projeto de lei proíbe tatuagens e piercings em cães e gatos em Alagoas

Motivações para proibição vão desde a dor infligida ao animal, que pode levar a uma série de outras complicações, como reações alérgicas à tinta e aos materiais

Foi aprovado hoje (3), na Assembleia Legislativa de Alagoas, o projeto de lei ordinária nº 97/2023, que proíbe a realização de tatuagens e a implantação de piercings em gatos e cachorros.

De acordo com o deputado Delegado Leonam (União Brasil), autor do projeto, esta é uma prática cada vez mais utilizada, apesar de cruel e dolorosa, apenas para fins estéticos, podendo levar ao adoecimento e morte dos animais.

Embasando-se em estudos clínicos e ampla base científica e teórica, o parlamantar justifica que infligir dor a animais é um ato cruel, proibido pela Carta Magna, e os infratores podem ser presos, conforme art. 32 da na lei nº 9.605, de 1998, que trata dos crimes ambientais.

As motivações para proibição vão desde a dor infligida ao animal, que pode levar a uma série de outras complicações, como reações alérgicas à tinta e aos materiais aplicados no procedimento, passíveis de provocar infecção, cicatrização, queimaduras e irritação crônica. A maéria foi aprovada em 1º turno.