2 de março de 2024Informação, independência e credibilidade
Brasil

Queda de braço: presidente do TRF-4 anula decisão de liberdade de Lula

Decisões politicas de lado a lado expõem o judiciário

Sob a orientação do juiz Ségio Moro, a Polícia Federal não cumpriu a decisão de soltar o ex-presidente Lula, encaminhada pelo juiz de pantão, Rogério Favreto. Esperou até que a decisão do presidente do  TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), Carlos Eduardo Thompson Flores, que anulou a sentença de Favreto, nesta noite de domingo, 8.

O MPF (Ministério Público Federal) apresentou um pedido de suspensão de liminar ao presidente do Tribunal no final da tarde de hoje. A petição foi assinada pelo procurador da República da 4ª Região, José Osmar Pumes.

A Procuradoria pediu que o habeas corpus em que foi concedido liminarmente a liberdade a Lula seja retirado da competência do juiz plantonista, Rogério Favreto, no que foi prontamente atendida. Assim, Lula continuará preso em Curitiba.

O festival de decisões envolvendo a liberdade de Luiz Inácio Lula da Silva expôs, mais uma vez, o Poder Judiciário em uma queda de braço política à direita e à esquerda, em ambos os setores sem o devido compromisso com o estado democrático de direito.