22 de maio de 2024Informação, independência e credibilidade
Esportes

Real Madrid avança à final da Champions League ao aplicar virada épica sobre o Bayern de Munique

Decisão será no dia 1º de junho, em Wembley, contra o Borussia Dortmund

Real Madrid vence Bayern de virada, com dois gols de Joselu – FOTO: JAVIER SORIANO / AFP


Por Dyego Barros

Com uma virada épica, o Real Madrid levou a melhor sobre o Bayern de Munique e avançou à grande decisão da UEFA Champions League, ao vencer a equipe da Baviera por 2 a 1, nesta quinta-feira (8), no mítico Santiago Bernabéu, casa madridista. No duelo de ida da série, espanhóis e alemães haviam empatado por 2 a 2, na Allianz Arena.

Jogando diante de sua torcida, o clube merengue dominava as ações, pressionando os comandados de Tomás Tuchel, mas esbarrava na grande atuação do goleiro Manuel Neuer, que parou Vinicius Jr e companhia em diversos momentos da partida.

Acoados, os alemães se limitavam a defender e tentar administrar o ritmo de jogo, até que aos 23 minutos da etapa complementar, Alphonso Davies fez valer a máxima de que “quem não faz, toma”, ao abrir o placar com um lindo gol, em uma escapada pelo lado esquerdo do campo.

No prejuízo, o Real Madrid se lançou à frente e chegou a deixar tudo igual dois minutos depois, com Nacho Fernandez. Entretanto, o gol seria invalidado após o VAR flagrar falta do lateral em Joshua Kimmich.

A 10 minutos do fim, Carlo Ancelotti promoveu as últimas alterações do time blanco, colocando Brahim Diz e Joselu nos lugares de Rodrygo e Valverde, respectivamente, em um movimento que mudaria os rumos do confronto.

Isto porque, Joselu sairia do banco para liderar uma remontada histórica, construída em um intervalo de apenas três minutos. Aos 43’, o atacante espanhol aproveitou a espanada de Neuer, depois do arremate de Vini Jr, para empatar o jogo e reabrir a disputa.

Impulsionado pelo apoio vindo das arquibancadas, o atual campeão de La Liga não parou de atacar e, já nos acréscimos, chegou ao tento da virada, novamente com Joselu. O cara de noite uma mágica, que reforça a mística dos madrilenhos com a competição de clubes mais importante do planeta.

Prova disso, os números: está será a 18ª final de Liga dos Campeões da história do Real Madrid, maior vencedor do torneio, com 14 taças. A última delas conquistada diante do Liverpool, na edição 2022/2023.

Agora, a parada será decidida com outra força da Bundesliga: o Borússia Dortmund, da imponente muralha amarela, que bateu o PSG na outra semifinal.

A finalíssima da competição continental será no dia 1º de junho, sábado, em Wembley, às 16h (horário de Brasília).