12 de julho de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Samu salva a vida de espanhol que teve mal-estar em navio de cruzeiro que atracou em Maceió

Francisco Budinich, de 67 anos, que estava no navio Msc Seaview, apresentou mal estar

Francisco Budinich recebeu os primeiros socorros no Porto de Maceió, de onde foi resgatado pelo Samu e levado para a UPA Jaraguá. Foto: Carla Cleto / Ascom Sesau

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Alagoas salvou mais uma vida nesta segunda-feira (1º). Trata-se do turista espanhol Francisco Budinich, de 67 anos, que estava no navio Msc Seaview, que atracou no Porto de Maceió. Ele apresentou mal-estar e pressão elevada, tendo sido encaminhado por uma ambulância até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Jaraguá, em Maceió.

Francisco Budinich é hipertenso e diabético e, durante o socorro, a equipe de enfermagem do Samu Alagoas instalou suporte de oxigênio, por cateter nasal e o paciente respondeu satisfatoriamente. Com isso o nível de oxigênio do paciente foi equilibrado e ele conseguiu chegar à UPA Jaraguá sem maiores intercorrências.

“Salvar vidas é o compromisso do Samu Alagoas, seja qualquer pessoa que esteja em nosso território. Parabéns a equipe que realizou o atendimento ao turista espanhol e que realizou um excelente trabalho, salvando mais uma vida”, destacou a coordenadora geral do Samu Maceió, a enfermeira Beatriz Santana.

 

Posto da Sesau

Além da atuação do Samu Alagoas no Porto de Maceió, a Sesau dispõe de um Posto de Atendimento, que funciona todas as vezes que um transatlântico atraca trazendo turistas. Montada no saguão de desembarque dos navios, a unidade é preparada para atender casos de primeiros socorros e pode oferecer suporte para dezenas de pessoas que visitam a cidade.

A estrutura está montada desde novembro do ano passado, quando iniciou a temporada de cruzeiros que atracam em Maceió e vai funcionar até o dia 26 de abril de 2024, quando está prevista a chegada do último transatlântico desse período. Com isso, a Sesau garante que todos os turistas que chegam à capital alagoana pelo mar possam ter acesso a um atendimento pré-hospitalar imediato em casos de emergência.

 

A enfermeira Inailda Porto, que atua no posto da Sesau, explicou que a maioria dos atendimentos é para casos de assistência básica em saúde e de primeiros socorros. “A gente costuma atender pacientes que chegam com dores de cabeça, náuseas, insolação e até desidratação. Isso acontece pois muitas pessoas chegam de outros países, que possuem um clima bem diferente do nosso, e acabam não tomando os cuidados necessários”, disse.

Os profissionais da Sesau orientam os turistas de outros países a se hidratarem e se alimentarem bem, tendo em vista as diferenças culturais e culinárias. Casos de idosos que se machucam ao descer dos navios também costumam ser atendidos pelo Posto de Atendimento da Sesau no Porto de Maceió. Casos mais graves são encaminhados com prioridade para hospitais da rede estadual de saúde para os devidos cuidados necessários.

A coordenadora de Ações de Saúde da Sesau, Kécia Alcântara, destacou que a enfermaria funciona durante todo o período do dia em que o navio está atracado no Porto de Maceió. “A equipe fica de prontidão para prestar atendimento aos turistas que possam vir a precisar. Além da equipe assistencial, também atuamos com a Vigilância em Saúde, para realizar testagem rápida de Covid-19 e Influenza, e ainda distribuímos preservativos para os turistas que visitam nossa cidade”, ressaltou.