16 de junho de 2024Informação, independência e credibilidade
Expresso

Santa Casa: Simpósio de Psicologia discutiu a práxis e seus desafios clínicos

O trabalho da psicologia hospitalar é realizado junto a uma equipe multidisciplinar

Parte do Programa de Educação Continuada, a Santa Casa de Maceió realizou o Simpósio de Psicologia Hospitalar sobre “A práxis e seus desafios clínicos: aspectos éticos da assistência multiprofissional em uma instituição de saúde. O evento foi realizado no dia 24 de agosto, no Centro de Estudos da instituição.

Profissionais debatem “Ética e sigilo na prática multiprofissional em situação de difícil manejo clínico”

A coordenadora de psicologia do hospital, Thaysa Alencar, lembra que por estar em uma instituição de saúde, os desafios são muitos.” Posso dizer que os desafios não são apenas para a psicologia, mas para toda a equipe multiprofissional. Como é tradição da Psicologia trazer simpósios que proporcionam espaços de discussões, pensamos para este ano na questão da ética, que segue em alta. Diante de tantos casos noticiados, precisamos reforçar nossa culta institucional que é seguir na busca da segurança do paciente”, disse.

O trabalho da psicologia hospitalar é realizado junto a uma equipe multidisciplinar onde são trabalhadas todas as questões emocionais e psíquicas do paciente. “A psicologia atua para acolher pontos como o processo de adoecimento e o afastamento dos familiares, questão que pesam por estarem em um contexto hospitalar. Buscamos proporcionar um espaço de escuta e de fala para ajuda-los a lidar da melhor forma com essas situações. Estamos junto também dos profissionais envolvidos fazendo a mediação entre paciente, família e equipe”, ressaltou Thaysa.

A abertura do evento contou com a participação do diretor médico da Santa Casa de Maceió, Artur Gomes Neto. Já a mesa redonda abordou a “Ética e sigilo na prática multiprofissional em situação de difícil manejo clínico” e foi composta por Tereza Tenório, gerente de Riscos e Práticas Assistenciais do hospital, a psicóloga Sara Matias, o médico Fábio Lima, a enfermeira Amauisy Farias, a assistente social Katherine Cesário, a fisioterapeuta Júlia Rytchyskyi, e a fonoaudióloga Andreza Melo.

“Para o evento, pensamos em trabalhar nossas práticas assistenciais baseadas no código de conduta profissional e nas nossas experiências relacionados ao nosso paciente, pautada no entrosamento da equipe multiprofissional em prol da melhor forma de assistência ao paciente. No dia a dia, nos deparamos com alguns dilemas éticos, como a forma de comunicar o diagnóstico para a famíliasem desrespeitar a privacidade do paciente”, afirmou Tereza Tenório. (Texto: Flávia Farias)