30 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Secretário de Saúde de Alagoas apela à população: “Evitem aglomerações!”

Medida é essencial para retardar a velocidade de contágio da Covid-19

A ameaça de surto epidêmico pelo novo coronavírus exige a participação de todos. Em entrevista concedida nessa quinta-feira (19) às TVs locais, o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, fez um apelo ao povo alagoano:

“Gostaria de ressaltar a necessidade de evitarmos as aglomerações e diminuirmos a circulação de pessoas. A população precisa cumprir as determinações dos decretos governamentais para mantermos números baixos de contaminação”. Alexandre Ayres, secretário da Sesau.

A medida é essencial para retardar a evolução do contágio da Covid-19. Em Alagoas, o Governo do Estado publicou dois decretos no início da semana com uma série de disposições administrativas e de contingência social. A palavra de ordem é: evitar aglomerações.

As providências oficiais contemplam, entre outras ações, a suspensão de eventos públicos, das aulas da rede de ensino estadual a partir da próxima segunda-feira (23), e o fechamento de entidades e do atendimento ao público nas repartições da administração governamental pelo prazo inicial de 15 dias.

Alagoas apresenta agora quatro casos confirmados oficialmente. Para São Paulo, que registra 221 casos de contaminação, a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendou a diminuição em 60% na circulação de pessoas nas ruas.

“Estamos vendo o que está acontecendo em outros países e até em estados brasileiros. Há a necessidade de a população entender o momento crítico e diminuir a circulação e as aglomerações desnecessárias”. Alexandre Ayres.

O gestor alerta para a possibilidade de outras medidas restritivas em caso de descumprimento das determinações governamentais.

“A colaboração da população é essencial. Caso isso não aconteça, há o risco de emitirmos novos decretos com mais restrições e isso vai atrapalhar bastante o convívio diário das pessoas em Alagoas”. Alexandre Ayres.

O secretário de Saúde lembrou outro aspecto vital no combate à epidemia: a higienização pessoal.

“A população deve permanecer se higienizando. Não adianta ficar procurando álcool em gel. O que a gente precisa é realizar a higienização pessoal que aprendeu desde criança, com água e sabão. É uma forma até mais eficaz que o álcool em gel”. Alexandre Ayres.