16 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Senai/AL participa da preparação de competidor brasileiro na Worldskills

Vítor Rosseto, do Senai de São Paulo, competirá em mundial na França na ocupação Panificação

Senai/AL participa da preparação de competidor brasileiro na Worldskills 2024 | Assessoria

No próximo mês de setembro, o aluno do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de Bauru-SP Vítor Rosseto, de 21 anos, terá a chance de mostrar que é um dos melhores profissionais da área de Panificação do mundo. Como parte da preparação para chegar ao topo na 47ª edição da WorldSkills Competition, que acontece em Lyon, na França, ele está em treinamento na escola Senai Poço, em Maceió.

Na capital alagoana, da terça (12) até esta sexta-feira (15), Vítor encara um simulado dos desafios que enfrentará na cidade francesa, com a orientação de uma equipe experiente e referenciada nacionalmente. Os instrutores da área de Alimentos do Senai Alagoas Esterllany Santos e Gilvan Porfírio são profissionais reconhecidos no Brasil e repassam conhecimentos ao jovem paulista, com o apoio extra do instrutor Alexandro Costa.

O treinador do brasileiro na ocupação Panificação da Worldskills 2024, Lucas Alcântara, do Senai de Ribeirão Preto-SP, afirma que, em Maceió, Vítor Rosseto aprende técnicas diferenciadas. “É surreal, é fora da casinha, né? Eu falo que o Nordeste tem colocações e criatividades, sabores principalmente, que só aqui eu consigo descobrir. Então, eu falo para o nosso Departamento Regional que é o nosso desafio, porque a gente nunca vai bater o sabor que vocês têm. Por isso, que nós viemos”, destacou.

Os paulistas vieram a Maceió com o objetivo de desenvolver alguns produtos para as provas da competição na França, como as modelagens de pão de trigo, recheios para o módulo do croissant e o modelo da baguete decorativa. Segundo a instrutora Esterllany Santos, além da habilidade técnica, Vítor Rosseto possui muito foco.

Senai/AL participa da preparação de competidor brasileiro na Worldskills 2024 | Assessoria

“Ele sabe manusear as massas com muita maestria e é muito atencioso aos detalhes. Detalhes que fazem a diferença e determinam o pódio na competição. A gente observa realmente isso nele, que está sempre preocupado com o processo, aferindo a temperatura, verificando a característica do produto, se está tudo certinho… então, nós temos o que realmente existe de melhor para representar nosso país esse ano. Foi uma escolha maravilhosa!”, disse, ao revelar a expectativa de que ele trará um “resultado excepcional” para o Brasil.

No caminho até a Worldkills, Vitor Rosseto está acumulando experiências para fazer o melhor. A próxima etapa da preparação é uma competição, em caráter amistoso, que será realizada na Austrália. Para ser selecionado, ele competiu nas seletivas estadual, em São Paulo, e na nacional, em Minas Gerais. Depois desses desafios, ele viajou até a Alemanha, onde participou da Feira IBA de Panificação e Confeitaria.

“Muito empolgado”, diz ele sobre a expectativa de competir na maior competição de educação profissional do mundo. Centrado, ele destaca a capacidade de transmitir ensinamentos e o calor humano dos alagoanos. “São muito atenciosos. Aprendi muita técnica nova. Eles trabalham de uma forma diferente da gente. Isso agrega muito, sabe? A gente, acostumado com a nossa cabeça fechada, com a forma que a gente trabalha, vem aqui e descobre outras formas de fazer pães. É incrível!”, afirma.