16 de junho de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Sesau disponibiliza 370 mil doses de vacinas para a Campanha de Multivacinação de crianças e adolescentes

Pais terão até o dia 14 de outubro para imunizar seus filhos, levando-os até os postos de vacinação municipais.

Sesau iniciou a distribuição dos imunizantes para todos os 102 municípios alagoanos. Foto: Carla Cleto/Ascom Sesau

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) disponibilizou 370 mil doses de vacinas para a Campanha de Multivacinação 2023, que tem a finalidade de atualizar a caderneta de vacinação de crianças e adolescentes menores de 15 anos. Os pais terão até o dia 14 de outubro para imunizar seus filhos, levando-os até os postos de vacinação em todos os 102 municípios.

A iniciativa abre mais uma etapa do Movimento Nacional pela Vacinação, iniciado em fevereiro pelo Governo Federal com o objetivo de retomar as altas coberturas vacinais no país. O dia principal de mobilização em Alagoas será o 7 de outubro. Com a abertura da etapa nacional, todos os imunizantes previstos no calendário de vacinação para os menores de 15 anos estarão disponíveis ao público nos locais e horários informados por cada cidade.

Estão disponíveis as vacinas BCG, Hepatite A, Hepatite B, Penta (DTP/Hib/Hep. B), Pneumocócica 10-valente, Vacina Inativada Poliomielite (VIP), Vacina Oral Poliomielite (VOP), Vacina Rotavírus Humano (VRH), Meningocócica C (conjugada), Febre amarela, Tríplice viral, DTP (tríplice bacteriana), Varicela, HPV quadrivalente, dT (dupla adulto), dTpa (DTP adulto) e Menigocócica ACWY.


A assessora do Programa Nacional de Imunização (PNI) em Alagoas, enfermeira Rafaela Siqueira, informou que não há meta de imunização, apenas o objetivo de colocar em dia a situação vacinal de quem estiver em atraso e, assim, melhorar a cobertura vacinal que está abaixo das metas estabelecidas nacionalmente. Com isso, o Governo Federal quer evitar surtos de doenças e a reintrodução daquelas que já foram erradicadas, como a paralisia infantil.

“Para esse ano, como estratégia de multivacinação, o Ministério da Saúde treinou os Estados, e eles, respectivamente, os seus municípios, para aplicar um microplanejamento para as ações de vacinação de alta qualidade. Em Alagoas foram realizadas cinco oficinas, onde, através delas, conseguimos contemplar os 102 municípios, coordenação do Programa Municipal de Vacinação, de Vigilância Epidemiológica e de Atenção Primária. Além disso, os gestores também foram chamados para esse momento”, explicou Rafaela Siqueira.

Incentivo

Ainda segundo a assessora do PNI em Alagoas, o Ministério da Saúde também disponibilizou recursos de custeio para os Estados e municípios como incentivo às ações de vacinação.

“O Ministério orienta ainda que sejam contempladas as campanhas vacinais que estiverem em vigor. No caso, nós temos em andamento ainda a segunda campanha nacional de vacinação contra a Covid-19, onde há a orientação de manter os esquemas monovalentes para toda nossa população”, disse.

O secretário de Estado da Saúde, médico Gustavo Pontes de Miranda, ressaltou que a Campanha de Multivacinação será uma oportunidade para que os pais atualizem a caderneta de vacinação de seus filhos e, com isso, proteja-os de doenças como o sarampo, paralisia infantil, meningite, Influenza e Covid-19.

“Não imunizar crianças e adolescentes pode colocar todos em risco. As vacinas são seguras e representam um ato de amor dos pais para com seus filhos. Elas previnem doenças e salvam vidas. Então, desse modo, não há justifica melhor para proteger quem amamos”, enfatizou.