15 de junho de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Sessão especial presta homenagem aos 50 anos da OCB/AL

A Assembleia Legislativa realizou na tarde desta segunda-feira, 8, uma sessão especial para homenagear a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB/AL) pelos seus 50 anos de atuação em Alagoas. A homenagem foi proposta pelo deputado Inácio Loiola (MDB) e aprovada por unanimidade pelo plenário do Parlamento. Na avaliação de Loiola, o cooperativismo é uma fomentadora da geração de emprego e do desenvolvimento socioeconômico. O parlamentar disse que a sessão especial tem como objetivo o reconhecimento do trabalho do cooperativismo para o Estado.

“Esse sentimento cooperativista vai fortalecer o Estado, o Brasil e o mundo”, destacou o parlamentar, informando que Alagoas tem em torno de 240 cooperativas, gerando mais de 200 mil empregos diretos e indiretos. “Nas comemorações dos 50 anos de cooperativismo em Alagoas estamos promovendo essa sessão para reconhecer o trabalho do cooperativismo e para conscientizar a sociedade alagoana da importância desse segmento em todas as áreas”, observou Inácio Loiola.

Presente na sessão, o jornalista João Mousinho enalteceu o Parlamento pela homenagem. “Para que todos tenham ideia, a cada dez brasileiros um é cooperado. Ou seja, são mais de 20 milhões de brasileiros que movimentam a economia no setor cooperativista no Brasil e em Alagoas”, informou Mousinho, destacando a necessidade de se debater sobre o segmento, citando alguns ramos de atuação do setor, a exemplo a educação, saúde, educação e o agronegócio. “Faço votos que esses conselhos de administração, de ética e fiscal, eleitos democraticamente no último dia 1º de março, desenvolvam um trabalho de excelência, para que o cooperativismo continue forte e pujante”, completou Mousinho.

Eleito recentemente para presidir o Conselho Administrativo da OCB e presidente da Coopeapis (Cooperativa dos Produtores de Mel, Insumos e Produtos da Agricultura Familiar), Dyego Correia disse que a realização da sessão especial representa o reconhecimento da importância do cooperativismo no Estado. “É importante nos seus diversos segmentos, porque ajuda no desenvolvimento do Estado, envolvendo muita gente na geração de emprego, serviços e produtos”, assegurou o cooperativista, informando que a Coopeapis abrange mais de 100 famílias no Alto Sertão alagoano. Ele acrescenta que debater o tema no Legislativo ajuda não só a difundir o segmento, mas também a incentivar que mais pessoas venham a aderir ao cooperativismo.