20 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade
Expresso

SMTT realizará mutirão para recadastro do Cartão Bem Legal Especial

Medidas sanitárias serão adotadas com o intuito de evitar a proliferação do novo coronavírus

Para assegurar o direito de ir e vir dos cidadãos que utilizam o Cartão Bem Legal Especial, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) realizará, entre os dias 18 e 29 de janeiro, das 9h às 13h30, um mutirão para o recadastro da bilhetagem eletrônica.

A ação, em parceria com o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Maceió (Sinturb), acontecerá na sede do órgão e tem o intuito de dar maior agilidade aos atendimentos que foram suspensos durante o período de isolamento social ocasionado pela pandemia do novo coronavírus.

Na primeira semana do atendimento, só serão recadastrados os cartões Bem Legal Especial dos usuários ligados às instituições filantrópicas que tenham os nomes e os dados repassados pelas organizações.

Já na segunda semana, o atendimento será voltado ao público que não possui vínculos com nenhum um tipo de organização. Na ação, que disponibilizará créditos emergenciais, serão recadastrados os bilhetes eletrônicos que perderam a validade em 2020 e que seus titulares realizaram o recadastro no ano de 2019.

Para o procedimento, é necessário que o comparecimento do titular ocorra nas datas e horários agendados previamente com as instituições, munidos da identidade e do Cartão Bem Legal.

“A SMTT entende que essas pessoas precisam da bilhetagem para se deslocar até seus tratamentos e demais atividades e, por este motivo, buscou garantir esse direito. O atendimento é rápido e, na mesma hora, o usuário já recebe a atualização do documento”. Paula Isanelle.

Para evitar os riscos de contágio pela Covid-19, será obrigatório o uso de máscaras de proteção. Durante os atendimentos, totens com álcool em gel também serão disponibilizados para a higienização das mãos e o distanciamento social será praticado, seguindo as recomendações dos órgãos de saúde para o combate à proliferação do novo coronavírus.