27 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade

Tag: Mamata

Desespero de Bolsonaro não é com voto eletrônico, mas perder a mamata da família

Desespero de Bolsonaro não é com voto eletrônico, mas perder a mamata da família

Blog, Marcelo Firmino, Política
É flagrante o desespero de Jair Bolsonaro e sua turma com uma derrota eleitoral em 2022. Por isso as reações estúpidas, violentas e de baixo nível contra as instituições e autoridades. Não se trata de voto eletrônico ou voto impresso em papel, com direito a carbono. É exatamente o medo de perder "a mamata" da família e dos amigos que lhe cercam, entre eles generais que estão ganhando mais de R$ 100 mil mensais. Deixando o poder ficará para a história como o mais nocivo dos presidentes do País, que prevaricou na condução de uma guerra contra a pandemia que matou mais de 560 mil brasileiros, até então. Além de um País  com mais de 15 milhões de desempregados e miséria crescente. Um presidente inimigo da educação pública, que reduziu em mais de 50% o orçamento das universidade
Bolsonaro garante ‘mamata’ de R$ 25 mil/mês a mulher do líder do governo na Câmara

Bolsonaro garante ‘mamata’ de R$ 25 mil/mês a mulher do líder do governo na Câmara

Blog, Marcelo Firmino, Política
O presidente Jair Bolsonaro nomeou para o Conselho da Itaipu binacional a mulher do deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), que é o líder do governo e um dos líderes do Centrão.  Maria Aparecida Borghetti teve nomeação publicada no Diário Oficial desta quinta-feira, 6, e receberá como conselheira, a "bagatela" de R$ 25 mil. Para essa "mamata",  a esposa do líder do governo cumprirá mandato até 16 de maio de 2024. Até lá, como conselheira de R$ 25 mil por mês, ela só precisa mesmo participar de 6 reuniões por ano. Daí para frente é só engordar a conta bancária. A Itaipu possui um Conselho de Administração composto por 12 conselheiros, seis brasileiros e seis paraguaios, e dois representantes dos Ministérios das Relações Exteriores, um de cada país. E alguém chegou a dizer reiterad
Secom da Presidência da República privilegia clientes de Wajngarten e TVs religiosas

Secom da Presidência da República privilegia clientes de Wajngarten e TVs religiosas

Política
Fabio Wajngarten, responsável pela Secom (Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República) fez mudanças na estratégia e privilegiou na distribuição de verbas TVs sobre a reforma da Previdência, a maior e mais cara campanha de publicidade do Planalto, clientes de uma empresa do secretário e emissoras religiosas. Todas apoiadoras do presidente Jair Bolsonaro. Na primeira fase da campanha, de R$ 11,5 milhões, veiculada de 20 de fevereiro a 21 de abril, o plano de mídia definiu que a TV mais contemplada com recursos seria a Globo nacional, líder de audiência e que atinge maior público. Entretanto, após Wajngarten assumir o cargo em abril, a Secom mudou a orientação. Na segunda etapa da campanha, o plano de mídia excluiu a Globo nacional da lista de contratadas, mantendo
Quer indicar e arranjar cargos: Bolsonaro é flagrado em áudio tramando para filho ser líder do PSL

Quer indicar e arranjar cargos: Bolsonaro é flagrado em áudio tramando para filho ser líder do PSL

Vídeos
https://www.youtube.com/watch?v=5TapcurDVpQ Jair Bolsonaro foi, sem saber, gravado pedindo o apoio de deputados do PSL para destituir o líder do partido na Câmara, Delegado Waldir, que acabou sendo deposto horas depois, para a entrada de Eduardo Bolsonaro. "O poder de indicar pessoas, de arranjar cargos no partido, promessa para fundo eleitoral por ocasião das eleições" é o que interessa o presidente eleito para acabar com a mamata. "Eu falei com alguns parlamentares. Me gravaram? Deram uma de jornalista? Eu converso com deputados. Eu não trato publicamente desse assunto. Converso individualmente. Se alguém grampeou o telefone, primeiro, é uma desonestidade". Jair Bolsonaro, presidente, ao ser questionado nesta quinta sobre o áudio.