21 de setembro de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: Salles

Queimadas no Pantanal fazem até mesmo Salles se render: “Proporção gigantesca”

Queimadas no Pantanal fazem até mesmo Salles se render: “Proporção gigantesca”

Brasil
Apesar da campanha nas redes sociais para dizer o contrário, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, admitiu que o incêndio no Pantanal tomou uma “proporção gigantesca”. Ele ainda se esquiva da situação na Amazônia, se dando ao luxo até de bater de frente contra Leonardo DiCaprio nas redes sociais, mas em entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes, na manhã desta terça-feira (15), no Jornal Gente, ele se rendeu ao nível de destruição na região: “De fato o prejuízo a nossa fauna ele é grande, a flora e a parte de vegetação ela se recompõe, agora não pode ser um fogo da proporção gigantesca que está sendo então por isso que estamos combatendo fortemente”. Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente. https://www.youtube.com/watch?v=XWYWU2RwaFk Empurrando para o clima a situação,
Ricardo Salles disse que quer aproveitar a pandemia para ‘ir passando a boiada’’

Ricardo Salles disse que quer aproveitar a pandemia para ‘ir passando a boiada’’

Política, Vídeos
Na reunião ministerial do dia 22 de abril, que foi divulgada nesta sexta-feira (22) por decisão do STF, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, dá sugestões a seus colegas de Esplanada de como aproveitar a pandemia do novo coronavírus para “passar reformas infralegais de resgulamentação, simplificação” e “todas as reformas que o mundo inteiro” teria cobrado dele e de outros ministros nas viagens ao exterior. “Então, para isso, precisa ter um esforço nosso aqui enquanto estamos nesse momento de tranquilidade no aspecto de cobertura de imprensa, porque só fala de Covid e ir passando a boiada e mudando todo o regramento e simplificando normas. De IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), de ministério da Agricultura, de ministério de Meio Ambiente, de ministéri
Ministro Ricardo Salles é expulso do partido Novo: ‘Prefiro Bolsonaro a Amoêdo’

Ministro Ricardo Salles é expulso do partido Novo: ‘Prefiro Bolsonaro a Amoêdo’

Expresso, Política
O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, comunicou que foi expulso do partido Novo. Em publicação nas redes sociais, ele diz que o motivo teria sido por assumir "sem qualquer informação prévia ou pedido de autorização ao partido Novo o cargo de ministro de estado do Meio Ambiente no governo do atual presidente sr. Jair Messias Bolsonaro". Fui comunicado da minha EXPULSÃO por ter assumido “sem qualquer informação prévia ou pedido de autorização ao Partido NOVO, o cargo de Ministro de Estado do Meio Ambiente no governo do atual Presidente Sr. Jair Messias Bolsonaro”. Entre Amoedo e Bolsonaro, fico com Bolsonaro ! pic.twitter.com/Y7OiaJ5sxH — Ricardo Salles MMA (@rsallesmma) May 7, 2020 Nas redes sociais, Amoêdo respondeu: Em meio a uma pandemia, com uma crise econômica e polí
Diante do óbvio, líderes mundiais querem ampliar luta contra aquecimento global

Diante do óbvio, líderes mundiais querem ampliar luta contra aquecimento global

Mundo
Líderes mundiais prometeram ampliar a luta contra o aquecimento global no primeiro dia da COP25, a conferência das Nações Unidas sobre mudanças climáticas, que está sendo realizada em Madri, na Espanha. Ela reúne líderes de mais de 30 países. Os participantes se comprometeram a agir nos termos do Acordo de Paris, que deverá ser implementado no ano que vem. No entanto, os líderes dos maiores emissores dos gases causadores do efeito estufa, incluindo os Estados Unidos, a China, a Índia e o Japão, não participam do encontro. Os EUA, o segundo maior emissor desses gases no mundo, anunciou oficialmente a sua retirada do Acordo de Paris em novembro. A COP-25 estava prevista para acontecer inicialmente no Brasil, mas o presidente Jair Bolsonaro decidiu não sediar o evento em novem
Afirmando que “desmatamento é cultural”, governo evitar estabelecer metas

Afirmando que “desmatamento é cultural”, governo evitar estabelecer metas

Brasil
Ao comentar sobre os sobre os dados de desmatamento no Brasil no último ano, que apontaram o maior número para o período em um intervalo de 10 anos, Jair Bolsonaro afirma que os mesmos não vão acabar. Para o presidente da República, os desmatamentos são algo "cultural" no país. E nem mesmo conversou sobre o tema com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles: "Olha, você não vai acabar com o desmatamento, nem com queimadas, é cultural. Eu vi a Marina Silva criticando, anteontem, mas no período dela teve a maior quantidade de ilícitos na região amazônica". Jair Bolsonaro. Presidente. Sem metas O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou hoje que o governo federal pretende reduzir o desmatamento na Amazônia Legal até o mesmo período do ano que vem. No entanto, preferiu
Sob protestos, ministro do Meio Ambiente critica politização das manchas de óleo

Sob protestos, ministro do Meio Ambiente critica politização das manchas de óleo

Brasil
Após o desmate e incêndio na Amazônia, agora o maior desastre ambiental no litoral brasileiro em termos de extensão: o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, viajou ao Rio Grande do Sul para encontrar empresários no Country Club, em Porto Alegre, na tarde desta segunda (21), mas foi recebido com protesto na portaria do clube em um bairro por causa das manchas de óleo no Nordeste. Um grupo de cerca de quinze pessoas gritou palavras como "sinistro exterminador do futuro" e "Salles na cadeia". Algumas pintaram o rosto de preto em referência às manchas de óleo que contaminam o litoral do Nordeste desde 30 de agosto. Salles não autorizou que a imprensa acompanhasse sua palestra aos empresários do Lide RS (Grupo de Líderes Empresariais) e após o final do encontro com o empresariado
Manchas de óleo atingem Maragogi, Litoral Norte de AL

Manchas de óleo atingem Maragogi, Litoral Norte de AL

Alagoas
Maragogi é mais um município Alagoano, do Litoral Norte, a ser afetado pelas manchas de óleo que atingem o litoral do Nordeste do Brasil. Este local já entrou no relatório do Ibama e voluntários fizeram um mutirão para retirar o óleo que chegou até a areia. O último relatório do Ibama mostra  23 locais em 12 municípios de Alagoas atingidos pelo óleo. Entretanto, a lista ainda não conta com o município Porto de Pedras. Em todo o Brasil, já são 160 praias afetadas. Confira as praias atingidas em Alagoas Feliz Deserto Maceió Piaçabuçu Coruripe Paripueira Roteiro Barra de Santo Antônio Marechal Deodoro Passo de Camaragibe Japaratinga Barra de São Miguel Maragogi Ministro do Meio Ambiente Um dia antes, ministro do Meio Ambiente, Ricardo
Novas manchas chegam, ameaça santuário em AL e Salles ainda não tem respostas

Novas manchas chegam, ameaça santuário em AL e Salles ainda não tem respostas

Alagoas
Uma faixa de praia de aproximadamente 200 metros em Japaratinga, litoral norte de Alagoas, foi atingida com uma extensa mancha de óleo. E segundo o Ibama, há também vários pontos da praia com o material, inclusive próximo ao santuário do peixe-boi, em Porto de Pedras. A mancha é a maior que surgiu no litoral alagoano desde o início da crise ambiental, no início de setembro. As novas manchas também atingiram o município vizinho de Porto de Pedras, onde há um santuário do peixe-boi, espécie ameaçada de extinção. No local há um projeto de conservação para proteção do animal marinho. Segundo o mais recente balanço do Ibama, até ontem havia o registro de 167 praias contaminadas, em 72 municípios do Nordeste. As manchas de petróleo têm aparecimento concentrado no norte da Bahia e no no
Alemanha recusa pedido do ministro do Meio Ambiente para renegociação de auxílio ambiental

Alemanha recusa pedido do ministro do Meio Ambiente para renegociação de auxílio ambiental

Brasil
O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, deixou a Alemanha nesta quarta-feira (2), sem completar sua missão: reconquistar a verba de 155 milhões de reais para projetos de conservação florestal no Brasil. Da conversa com Svenja Schulze, a ministra alemã do Meio Ambiente, Proteção da Natureza e Segurança Nuclear, saiu sem fotos, sem declaração e de mãos abanando. Em agosto, em meio à crise das queimadas, o fundo foi congelado sob o argumento de Schulze de que a política do governo de Jair Bolsonaro em relação à Amazônia “deixa dúvidas se ainda persegue uma redução consequente das taxas de desmatamento”. Em resposta, o presidente brasileiro sugeriu que a chanceler Angela Merkel “pegasse essa grana” para “reflorestar a Alemanha”. Afirmou ainda que o Brasil não precisava do dinhei
“Mal-estar”: Ministro do Meio Ambiente está internado em Brasília

“Mal-estar”: Ministro do Meio Ambiente está internado em Brasília

Política
O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, está internado no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, desde a noite dessa terça-feira (27). Segundo boletim médico repassado a jornalistas pela assessoria do ministério, Salles foi admitido na emergência do hospital devido a um "mal-estar". Ainda de acordo com as informações médicas, Salles "encontrava-se assintomático" ao dar entrada na unidade. Ainda assim, os médicos optaram por manter o ministro internado "para realização de exames de rotina". Durante a noite, Salles apresentou melhora e, no momento, seu quadro clínico é considerado estável. Os compromissos oficiais que o ministro tinha agendados ao longo do dia foram cancelados. A equipe médica do HFA divulgará novo boletim as 16h de hoje. Ricardo Salles tem 44 anos e