14 de junho de 2024Informação, independência e credibilidade
Maceió

Temporada de cruzeiros deve injetar cerca de R$ 80 milhões na economia local

Entre novembro de 2023 a abril de 2024, capital alagoana receberá 28 embarcações

Temporada de cruzeiros deve injetar cerca de R$ 80 milhões na economia local
Os setores de alimentação, passeios e comércio na capital alagoana serão os principais beneficiários desse aumento no fluxo turístico. Foto: Cleiton Feitosa / Secom Maceió

Conhecida por suas praias paradisíacas, gastronomia e hospitalidade, Maceió está pronta para receber a temporada de cruzeiros marítimos 2023/2024, que promete impulsionar significativamente a economia. A temporada, que ocorrerá de novembro de 2023 a abril de 2024, deve movimentar cerca de R$ 80 milhões na economia local, o dobro do impacto econômico da temporada anterior.

A Secretaria Municipal de Turismo (Semtur) de Maceió está otimista com o aumento do fluxo turístico que a cidade receberá durante esse período. Ao longo desses meses, a cidade será o destino de 28 embarcações de cruzeiro, com destaque para 18 atracagens programadas do MSC Grandiosa, que vai abrir a temporada em grande estilo no dia 18 de novembro.

Cada uma dessas embarcações tem a capacidade de transportar de 4 mil a 6 mil passageiros a bordo, tendo embarcações que devem chegar até 8 mil passageiros, um aumento significativo nos leitos, se comparado com 2022. Isso se traduz em impacto econômico significativo, levando em consideração o gasto médio estimado dos cruzeiristas, que gira em torno de R$ 606,00 por pessoa, de acordo com a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia).

Para o Secretário Municipal de Turismo (Semtur) de Maceió, Eduardo Monteiro, a nova temporada, que será a maior da última década no Brasil, segundo a Clia, vai fortalecer ainda mais Maceió como um dos principais destinos turísticos do país.

“Os cruzeiros representam importante incremento na nossa economia. Cada cruzeirista que desembarca na cidade, mesmo que por um curto período de tempo, vem para desfrutar dos diferenciais que só Maceió oferece, como as belezas naturais, o artesanato, cultura, gastronomia e pontos criativos por toda a orla, e isso movimenta a nossa economia, gerando renda para a população. O prefeito JHC está empenhado em fortalecer cada vez mais esse segmento, seja com obras estruturantes ou com ações tanto em Maceió, quanto em mercados estratégicos. Com certeza essa temporada será histórica para o turismo”, destacou.

Os setores de alimentação, passeios e comércio serão os principais beneficiários desse aumento no fluxo turístico. Restaurantes, lojas de souvenirs e artesanatos, agências de passeios e ambulantes já estão se preparando para atender a essa demanda crescente de visitantes.

Marcos Batalha, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) de Alagoas reiterou a importância da temporada de cruzeiros para os bares e restaurantes da capital alagoana.

“Cruzeiro atracando no Porto de Maceió significa turistas chegando à cidade, gerando  expectativa de renda muito boa no setor, principalmente para os beneficiários que moram na região, em bairros como o Jaraguá, que vem crescendo muito na questão gastronômica, além da Pajuçara e a orla de Maceió como um todo”, disse.

Além dos 18 navios programados da MSC Grandiosa, a previsão é que Maceió receba mais 10 embarcações ao longo da temporada. São elas: Norwegian Star (2), Costa Diadema (1) Seven Seas Splendor (1), MSC Lirica (1), MS Marina (1), Armonia (1), Seven Seas Voyager (1), MSC Seaview (1) e Preziosa (1).