19 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Alagoas

TV Globo alega corrupção de Collor e classifica TV Gazeta como ‘covarde’

Manifestação se deu em resposta à Justiça, após de TV Gazeta ter entrado com pedido em processo de falência para manter o contrato

Collor tenta impedir fim do contrato da TV Gazeta com a Globo, que o acusa de corrupção

Em reportagem assinada pelo jornalista Carlos Madeiro, o UOL traz neste domingo, 19, a informação que a  TV Gazeta ingressou com uma ação, dentro do processo de recuperação judicial, para exigir que a Globo renove o contrato de retransmissão da emissora em Alagoas.

No pedido, a emissora de propriedade do ex-senador Fernando Collor diz que assim evitará a falência das empresas da Organização Arnon de Mello, grupo envolvido em dívidas e sonegação de impostos.

O surpreendente na reação da TV Globo foi o conteúdo da resposta enviada à justiça. A empresa da família Marinho fala em corrupção e covardia da TV Gazeta, com a ação interposta na justiça.

Disse que há meses a Gazeta sabia que o contrato entre ambos seria encerrado, após 48 anos de transmissão do sinal global pela emissora TV pioneira do Estado.

E deixa claro que a razão foi o fato de o proprietário da empresa ter sido condenado pelo STF em processo de corrupção.

A reação da Globo ao processo da Gazeta

Com toda a franqueza, é covarde a conduta da TV Gazeta. Por não ter se preparado para o término da relação contratual, da qual era indubitavelmente conhecedora há meses, vem agora utilizar argumentos de terror, de prejuízo a funcionários ou ao soerguimento da empresa, como se fosse a Globo (e não ela própria) a responsável pelas consequências do término da relação. – Disse à justiça

A TV do ex-senador Collor está em recuperação judicial desde 2019. E a TV Globo anunciou para 31 de dezembro deste ano o fim do contrato.

O sinal da Globo deve ser retransmitido em Alagoas pela TV ASA Branca, de Caruaru.