20 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Ufal defende vacinação universal no SUS e afirma em nota que não vai comprar vacina

Reitor justifica que o Sistema Único de Saúde deve ser fortalecido, bem como os Programas Nacionais de Saúde

A Universidade Federal de Alagoas (Ufal), atravás da da sua Reitoria, emitiu nota neste domingo (10) defendendo que a vacinação seja universal e gratuita. Destacou a importância da ciência e a grandeza do Sistema Único de Saúde (SUS), afirmou ainda que não vai comprar vacinas para sua comunidade acadêmica.

Ao fazer essa declaração, o reitor justifica que o SUS deve ser fortalecido, bem como os Programas Nacionais de Saúde, incluindo os de vacinação:

“Quero reforçar que a Ufal e o HU [Hospital Universitário Professor Alberto Antunes] estão ao inteiro dispor das autoridades de Saúde para juntos participarmos do planejamento e da execução da vacinação contra a covid-19, dentro de nossas competências”. Josealdo Tonholo, reitor.

Reitor Josealdo Tonholo declara total apoio ao fortalecimento do SUS

Confira a nota na íntegra:

A gestão da da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) assume uma posição firme em relação à vacinação contra a covid-19. No entendimento da Reitoria o Sistema Único de Saúde (SUS) tem de ser fortalecido, mais do que nunca, incluindo também os Programas Nacionais de Saúde, sobretudo os de vacinação.

O Brasil tem competência e um histórico de sucesso nos programas de vacinação em massa, por isso, o SUS não pode ser canibalizado por órgãos do próprio Governo Federal. 

Nossa defesa é que a vacinação seja universal e gratuita, com a priorização de grupos realizada por especialistas na área. A Ufal não considera a possibilidade de compra de vacinas para sua comunidade acadêmica, mas, por outro lado, coloca-se, juntamente com o Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HU), ao inteiro dispor das autoridades da Saúde para juntos participarmos do planejamento e da execução da vacinação contra a covid-19, dentro de suas competências.