19 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Política

Vereadora Teca Nelma representa o Brasil em Programa de Mulheres Líderes na Espanha

Vou representar meu país e a luta das mulheres brasileiras por mais direitos e contra as violências.

Vereadora Teca Nelma: Destaque na Câmara Municipal de Maceió

A vereadora Teca Nelma irá representar o Brasil na 9ª edição do Programa Mulheres Líderes Ibero-americanas. O convite, feito pela instituição espanhola Fundação Carolina, reconhece o trabalho desenvolvido por Teca na defesa dos direitos das mulheres em Maceió. O encontro acontece entre os dias 12 e 17 de novembro e deve reunir representantes de 13 países.

“Eu aceitei o convite da Fundação na certeza de poder representar meu país e a luta das mulheres brasileiras por mais direitos e contra as violências. O Brasil é majoritariamente formado por mulheres que podem e devem ocupar, na mesma proporção, os espaços de construção de políticas públicas”, afirmou a vereadora que é formada em Relações Internacionais e mestranda em Gestão e Políticas Públicas pela FGV.

Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, Teca vem atuando na representação das mulheres de Maceió. A parlamentar é autora de leis importantes, como o Programa de Distribuição Gratuita de Absorventes para Mulheres Inscritas no CadÚnico (Lei 7.111/2021), a obrigatoriedade da elaboração de estatísticas sobre violências contra mulheres (Lei 7.327/2023) e a campanha Agosto Lilás, de luta pelo fim das violências de gênero (Lei 7.110/2021).

Também autora do projeto que busca garantir a participação das vereadoras na mesa diretora da Casa Legislativa, Teca acena que o convite para representar o Brasil é um reconhecimento do trabalho de todo seu mandato. “Eu tenho uma equipe formada por 70% de mulheres, que atuam na sociedade e constroem comigo um mandato forte e conectado com as demandas da nossa população. Eu sou uma lutadora pelas mulheres justamente porque caminho junto com elas”, afirmou Teca.

O encontro irá debater a igualdade de gênero em 5 eixos: Políticas e estratégias de combate à violência física e sexual; O cuidado como eixo do novo pacto social; Autonomia econômica e inserção laboral das mulheres após a pandemia; Identificação e resistência às ameaças anti-direitos; Rumo a um futuro ecofeminista.

A Fundação Carolina é uma instituição espanhola que promove a cooperação entre os países da América Latina e a Espanha. Em colaboração com o Instituto da Mulher, a Fundação criou em 2005 o programa Mulheres Líderes Ibero-Americanas que está em sua 9ª edição.