3 de março de 2024Informação, independência e credibilidade
Expresso

Vigilância Sanitária de Maceió orienta consumidores na escolha dos alimentos da ceia natalina

Cuidados devem ser adotados para evitar infecções alimentares

Vigilância Sanitária de Maceió orienta consumidores na escolha dos alimentos da ceia natalina
Itens do jantar natalino precisam de observação atenta dos consumidores. Foto: Reprodução Internet

Com a chegada dos festejos de final do ano, é hora de planejar uma das tarefas mais importantes dessa época: a ceia de Natal. Para garantir a alegria dessa época, sem surpresas desagradáveis, a Vigilância Sanitária do Município (Visa de Maceió) orienta aos consumidores para ficarem atentos na escolha dos itens da ceia natalina.

Se o objetivo é proporcionar uma alimentação segura e de qualidade para a confraternização com familiares e amigos, alguns cuidados são fundamentais para assegurar a procedência dos produtos e prevenir a ocorrência de doenças transmitidas por alimentos (DTAs), que podem causar vômito, diarreia e dores abdominais, entre outros sintomas.

De acordo com a nutricionista e gerente de Alimentos da Visa de Maceió, Vitorya Sarah, os primeiros pontos a serem observados são a data de validade e o estado de conservação do alimento.

“É importante observar, no caso dos produtos de origem animal – carnes, aves, pescados ou cortes de suínos – se possuem selo de inspeção de órgãos fiscalizadores, que garantem a qualidade do produto. O segundo passo é prestar muita atenção nas características do alimento, como odor, textura e cor, que podem sofrer alterações com manipulação ou armazenamento inadequados”, destaca a nutricionista da Visa.

Vitorya orienta ainda que a observação deve ser feita também na compra de produtos enlatados, evitando-se a compra de itens amassados, enferrujados e, principalmente, estufados.

“Para aqueles que optarem pela praticidade do serviço de um buffet, a atenção deve estar voltada para a documentação do estabelecimento, que precisa ter um alvará sanitário vigente, pois o documento pressupõe que o local passou pela inspeção da Visa e segue os padrões da legislação sanitária”, informa Vitorya Sarah.

A gerente de Alimentos complementa que o cuidado com os produtos devem ser seguidos também ao chegar em casa, com o processamento ou congelamento imediatos. Dessa forma, será possível manter as características sensoriais e microbiológicas do alimento.